Chevron paga R$ 35,1 milhões por vazamento de petróleo no BrasilA empresa do setor de petróleo e gás Chevron pagou uma multa de 35,1 milhões de reais em decorrência de um grande derramamento de óleo na costa fluminense no ano passado, segundo as autoridades brasileiras informaram na última quinta-feira, 27 de setembro.

Em um breve comunicado, a Agência Nacional do Petróleo disse a Chevron Brasil pagou o montante de 35,1 milhões de reais na última sexta, 28, sem apelar.

Um relatório da agência, divulgado em julho de 2012, acusou a Chevron de negligência e disse que a empresa poderia ter evitado o vazamento, que ocorreu em novembro de 2011, no campo de Frade, localizado a 370 km a noroeste do Rio de Janeiro.

A multa paga cobriu 24 infrações. Outra multa vinculada ao abandono do poço seria imposta nos próximos dois meses, disse a presidente da Agência Nacional de Petróleo, Magda Chambriard, no início deste mês.

No final de 2011, o Ibama aplicou multas no valor total equivalente a 33,4 milhões de dólares sobre a Chevron por danos ambientais e falhas no seu plano de emergência durante o acidente.

Em novembro de 2011, cerca de 3.000 barris de petróleo foram derramados em águas profundas do Atlântico, no campo de Frade.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Como medida de precaução, a Chevron interrompeu, voluntariamente, suas atividades no Brasil em março deste ano, após detectar outro vazamento na costa litorânea.

Em agosto deste ano, o tribunal brasileiro ordenou que a petrolífera Chevron cessasse as atividades de perfuração em campos de petróleo, com a sonda Transocean, e atividades de transporte dentro de um período de 30 dias.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás