GM: Vendas de autos na China batem recorde em setembroAs vendas da General Motors na China atingiram um recorde em setembro, segundo informou a gigante automobilística dos EUA nesta segunda-feira, 08 de outubro, em meio a uma disputa territorial entre Pequim e Tóquio, que já teria atingido o negócio dos concorrentes japoneses.

OS registros de vendas da GM no maior mercado automobilístico do mundo apontam a comercialização de 244.266 veículos em setembro, subindo 1,7% em relação ao mesmo período no ano passado, e saltando de 10,5% a partir de agosto, destacou a empresa em um comunicado.

Para os primeiros nove meses do ano, a empresa e seus empreendimentos venderam quase 2,1 milhões de veículos na China, um aumento de 10% ante o ano anterior.

Analistas disseram que a companhia do setor automotivo General Motors provavelmente beneficiou-se da linha territorial entre Japão e China, com dezenas de milhares de chineses protestando em várias cidades do país, algumas reivindicando um boicote aos produtos japoneses.

Disputa territorial gera impacto nas vendas

"A disputa sino-japonesa afetou as escolhas de compra dos consumidores chineses, em certa medida", declarou um analista da Haitong Securities à agência de notícias AFP.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

"Isso causou um impacto negativo para certos produtos japoneses, em contrapartida, orientou a demanda para outras marcas de carros estrangeiros, incluindo os dos Estados Unidos e da Alemanha."

As vendas de carros da Toyota na China caíram 50% de agosto a setembro, em meio à reação anti-Japão sobre as ilhas disputadas, informou o jornal japonês Yomiuri na semana passada.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas