A siderúrgica gaúcha Zamprogna decidiu que, a partir do primeiro dia útil de maio, passa a trabalhar com aço inox em seu centro de serviços para processamento de aços planos, instalado em Guarulhos (SP). A unidade, inaugurada oficialmente no último dia 15, demandou um investimento de R$ 30 milhões e opera desde outubro do ano passado. Até agora, a unidade paulista - antes localizada na capital - processava apenas aço carbono.

O diretor comercial da Zamprogna, Nei Bello, afirmou que a expectativa de faturamento, já em maio, a partir da industrialização de chapas, blanks e tiras de aço inox é de R$ 3,5 milhões. Em seis meses, a projeção é alcançar uma receita mensal de R$ 5 milhões. Com aço carbono, produzindo o mesmo mix, a Zamprogna faturou R$ 18 milhões em março.

O presidente da empresa, Mario José Zamprogna, explicou que a decisão de investir em um novo centro de serviços se deveu ao esgotamento da capacidade instalada da antiga unidade, localizada há 50 anos na cidade de São Paulo. 'Já estávamos há algum tempo limitados, engessados', disse Zamprogna, lembrando que o centro antigo tinha uma capacidade de 6,5 mil toneladas por mês, que sobe para 15 mil com a atual unidade. O investimento, além de melhorar a logística, permitirá a Zamprogna atender a demanda e aumentar a participação em diversos segmentos, entre eles: automobilístico, máquinas agrícolas, máquinas industriais e construção civil.

Autor(es): Infomet

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas