Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Protecionismo em economia

Os cidadãos também podem sofrer com o protecionismo por achar que os preços de bens e serviços estão inflacionados.

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


Protecionismo em economiaO protecionismo é uma política econômica que se destina a beneficiar os produtores nacionais de bens e serviços. Em um país com políticas protecionistas, os produtores nacionais estão isolados da competição contra empresas estrangeiras por uma série de barreiras para importação. Eles também podem ser apoiados diretamente pelo governo com o uso de subsídios. O oposto do protecionismo é o livre comércio, em que os bens atravessam fronteiras livremente. Muitas nações apóiam o comércio livre, e preferem ver políticas econômicas protecionistas barradas por completo. Os signatários do Acordo Geral de Tarifas e Comércio (GATT) e membros da Organização Mundial de Comércio (OMC), por exemplo, são tipicamente os defensores do livre comércio.

A lógica por trás do protecionismo é que as indústrias nacionais podem sofrer quando confrontadas com importações estrangeiras, que estão disponíveis a preços mais baratos devido ao menor custo do trabalho, além de recursos naturais facilmente disponíveis, ou subvenções governamentais estrangeiras que ajudam os produtores a manter seus custos baixos. Ao impor tarifas de importação e cotas rígidas, um governo pode, teoricamente, aumentar o mercado para os produtos nacionais, essencialmente por fechar o mercado para produtores estrangeiros. Isto por sua vez, foi concebido para beneficiar a economia doméstica.

O protecionismo cria barreiras na importação de produtos.

O protecionismo cria barreiras na importação de produtos.

Quando as restrições sobre as importações são acompanhadas por subsídios do governo para as empresas nacionais e subsídios governamentais de exportação para incentivar as exportações de produtos nacionais, o protecionismo se destina a beneficiar as empresas nacionais. No entanto, este não é sempre o caso. Graças à falta de concorrência, as empresas podem ter menos interesse em desenvolver novos produtos inovadores, negligenciando invenções antigas e tecnologias. Eles também podem enfrentar barreiras à exportação, porque os países estrangeiros costumam responder ao protecionismo com suas próprias políticas protecionistas.

Os cidadãos também podem sofrer com o protecionismo por achar que os preços de bens e serviços estão inflacionados. Sem a concorrência estrangeira, as empresas podem cobrar o que quiserem por seus produtos e serviços, e isso significa que os consumidores poderão pagar preços muito superiores aos pagos por pessoas de outras regiões do mundo.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Os defensores do protecionismo argumentam que ele pode ajudar a indústrias nascentes, isolando-as do mercado aberto até que estejam fortes o suficiente para funcionar de forma independente. O protecionismo também, teoricamente, protege o emprego interno, incentivando as empresas a contratar no mercado interno, e pode ser usado para promover os salários de vida e oferecer melhores benefícios para os funcionários. Os defensores apontam que o protecionismo também se aplica para pressionar os países estrangeiros a melhorar as condições para os seus trabalhadores.


Editora

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google