A Arcelor, segunda maior siderúrgica do mundo, anunciou a compra da usina siderúrgica Huta Lucchini Warsaw, da Polônia, por uma quantia não divulgada, como parte de sua estratégia de adquirir unidades em países onde a demanda cresce mais rápido do que nos mercados estabelecidos. A usina inclui uma instalação de recuperação de sucata que pode produzir 600 mil toneladas ao ano de barras e hastes de aço usados em construções, de acordo com comunicado divulgado ontem pela companhia.

Os ativos da Lucchini incluem também duas usinas de processamento de sucata e uma linha de produção inacabada, que a Arcelor planeja colocar em operação em 2007, segundo afirmou no comunicado. O mercado de construção polonês oferece "potencial elevado de crescimento por causa do investimento em habitação e infra-estrutura", disse Roland Junck, diretor-geral da divisão de produtos longos da Arcelor, em Luxemburgo.

A siderúrgica está expandindo a produção em países em desenvolvimento, onde os pedidos para o aço crescem mais rápido que em outros mercados produtores. A empresa planeja gastar US$ 4 bilhões em usinas siderúrgicas no Brasil e na Argentina e pode procurar alvos de aquisição na Rússia, China ou Índia, disse o seu principal executivo, Guy Dollé.

Autor(es): Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia