Trabalhadores da Toyota fazem greve por aumento na África do SulOs trabalhadores da Toyota Motors, na África do Sil, entraram em greve a partir desta quarta-feira, 17, reivindicando um bônus equivalente a 172 dólares, após um tribunal bloquear uma tentativa liminar pela empresa, disse o sindicato.

A Justiça do Trabalho deu permissão de greve aos trabalhadores a partir desta quarta-feira, destacou a União Nacional dos Metalúrgicos da África do Sul (NUMSA) em um comunicado divulgado na terça-feira, 16 de outubro.

"Os trabalhadores entraram em greve por tempo indeterminado, exigindo proteção e um bônus de retenção de 1.500 rands (172 dólares) para todos os trabalhadores da fábrica", afirmou o sindicato.

A empresa só deu o bônus a alguns trabalhadores e os outros vão protestar até que todas tenham direito ao benefício, esclareceu o sindicato. A greve interrompeu a produção na fábrica da empresa, em Durban, no leste do país, no início deste mês.

A empresa, que produz 120 mil veículos por ano, é o sétimo maior distribuidor da Toyota (IW 1000/8) de veículos fora do Japão, de acordo com a empresa.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

As greves abalaram a maior economia da África, com 100 mil pessoas protestando no setor de mineração de platina, depois se espalhando para outras indústrias de mineração, transporte e fabricação. As demandas concentraram-se em aumentos salariais.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas