Importância da qualidade como vantagem competitivaA qualidade como uma vantagem competitiva é vista como um dos aspectos fundamentais em que empresas e economias nacionais podem competir com sucesso em um mercado global.

Esse conceito difere da vantagem comparativa, que, até meados dos anos 1980, era vista como um método-chave de facilitação do comércio e crescimento econômico.

A vantagem comparativa centra-se em empresas ou nações produtoras de bens e serviços em que são mais eficientes e na comercialização destes produtos para que possam ser feitas de forma mais eficiente com outros. Embora considerado vantajoso, o comércio comparativo não leva diretamente em conta a qualidade como uma vantagem competitiva e se concentra no custo de produção de bens uma vez que a transação é concluída, em vez de sua viabilidade final e durabilidade.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

As indústrias competitivas tentam se distinguir através da manipulação de vários fatores importantes, que incluem o preço cobrado por bens e serviços, locais convenientes a partir de onde podem ser fornecidos e pelo estabelecimento de uma clientela fiel.

Onde a qualidade como uma vantagem competitiva entra em jogo é em um fundo de apoio, já que tem um impacto direto sobre todos os outros aspectos de uma estratégia de negócios .

Um preço superior pode ser cobrado por produtos que são baseados em níveis superiores de qualidade e isso cria uma tendência para os clientes serem naturalmente leais a uma marca, facilitando a expansão mais rápida do que os concorrentes podem atingir na mesma indústria.

Qualidade também adiciona um elemento de vantagem estratégica para as empresas, já que evita reclamações e retornos de clientes e reduz sucata e despesas de retrabalho no processo de fabricação.

Em uma pesquisa global de 2011, 70% de 3.400 empresas de pequeno e médio porte em 34 diferentes economias nacionais avaliaram a qualidade como uma vantagem competitiva como a sua principal preocupação, exceto na Índia e na China.

No entanto, as empresas indianas também apontaram a qualidade como muito importante, mas colocam mais ênfase no reconhecimento da marca e no preço do que em outros lugares.

Nas companhias chinesas pesquisadas, apenas 46% classificaram a qualidade como sendo de maior preocupação em ser competitivo, o que não surpreende quem acompanha o cenário econômico mundial. O país ficou famoso por seus preços competitivos do que a maioria dos produtos de outras economias. A China também continua a ser uma exceção à regra, pois continuou a encontrar o sucesso a nível mundial, concentrando-se em vantagem comparativa para os seus produtos e serviços.

Empresas e países de beneficiam da valorização da qualidade na negociação de produtos e serviços

Empresas e países de beneficiam da valorização da qualidade na negociação de produtos e serviços

Nas nações onde as empresas classificam a qualidade como uma vantagem competitiva de forma mais proeminente no estudo, aparecem 84% das empresas latino-americanas pesquisadas, considerando esse fator o mais importante, e 92% no Vietnã, bem como 85% em Taiwan, considerando a qualidade como extremamente importante para o sucesso empresarial.

Um olhar mais complexo a respeito da qualidade como vantagem competitiva no ambiente empresarial está no conceito de Qualidade de Desdobramento da Função (QDF).

O QDF tenta “quebrar” a qualidade em aspectos positivos e negativos como um guia para que as empresas concentrem seus esforços nas vantagens em relação ao todo, já que essa é uma forma de construir uma marca e conquistar clientes.

Um exemplo de aspecto negativo de qualidade é lidar com clientes altamente decepcionados. Em vez disso, se uma empresa se concentra nos clientes que estão mais satisfeitos com seus produtos ou serviços e encontra maneiras de melhorar esse aspecto do negócio, o sucesso é mais provável.

Uma vez que a qualidade é um termo subjetivo que pode ser definido de forma bastante diferente em diferentes negócios, foram feitas tentativas de classifica-la em várias categorias com diferentes objetivos, como o projeto de qualidade e conformidade de qualidade.

Projeto de qualidade diz respeito principalmente à funcionalidade e durabilidade do produto em termos de o que o cliente realmente quer ao utiliza-lo. Conformidade, por outro lado, concentra-se sobre a intenção original para o qual o produto é feito, independentemente de as várias utilizações para as quais é colocado no mercado.

Juntos, os aspectos complexos de ambas as abordagens são incorporados na Gestão Total de Qualidade (GTQ, ou Total Quality Management), que deve permanecer centrada no cliente, para facilitar a sobrevivência e crescimento de todos os esforços comerciais.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas