Siemens abandona projeto de energia solarA Siemens anunciou que vai vender seu setor de energia solar, em um esforço para reduzir custos e fortalecer os lucros. A empresa não acredita que o ramo dará frutos no futuro.

O conglomerado industrial alemão pretende se retirar das atividades de energia solar, que teve receita aquém das expectativas (abaixo de três dígitos de milhões, como divulgou a companhia nesta segunda-feira). Os magros rendimentos foram atribuídos a cortes nos subsídios solares na Alemanha, bem como a um menor crescimento e fortes pressões de preços nos mercados mundiais de energia solar.

Em um comunicado, a gigante de tecnologia disse que está à procura de compradores para seu braço de energia fotovoltaica e para Solel, especializada em energia térmica solar, empresa israelense comprada pela Siemens por US$ 418 milhões de dólares há alguns anos.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Como o mercado global encolheu de 4 gigawatts de energia elétrica para pouco mais de 1 gigawatt, a Siemens disse que apenas empresas especializadas conseguirão lucro em um mercado tão competitivo no futuro.

No futuro, o setor de energia renovável da companhia deve se concentrar em energia hidráulica e eólica, complementando as atividades globais em energia fóssil, como geração, transmissão e petróleo e gás.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia