Kimberly-Clark corta 1.500 empregos na EuropaA indústria de produtos de cuidado pessoal Kimberly-Clark informou na última quarta-feira, 24, que vai abandonar a produção de fraldas Huggies em grande parte da Europa Ocidental e Central, cortando até 1.500 empregos.

A empresa anunciou que vai fechar ou vender cinco instalações de produção e uma parte da produção seria transferida para outras plantas.

Como parte da reestruturação destinada a aumentar a rentabilidade, a empresa vai paralisar os negócios no setor de produção de fraldas em toda Europa ocidental e central, exceto no mercado italiano.

A empresa, cujas marcas incluem os tecidos Kleenex, papel higiênico Scott e absorventes Kotex, disse que planejava vender ou deixar algumas outras operações menos rentáveis em certos mercados europeus, nomeadamente o seu negócio de tecidos.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

"As mudanças estratégicas devem nos permitir focar melhor nossas melhores posições de mercado e oportunidades de crescimento, melhorar a nossa rentabilidade subjacente e permitir retornos mais sustentáveis daqui para frente nesta parte do mundo", disse Thomas Falk, presidente e executivo-chefe.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas