Planta química planejada pela subsidiária Sinopec provoca protestos ambientais na ChinaO governo de uma cidade oriental chinesa defendeu uma fábrica de produtos químicos planejada depois que centenas de moradores se manifestaram contra o projeto, sendo este o mais recente em uma série de protestos ambientais na China.

Cerca de 200 moradores que vivem em Ningbo, cidade que receberá a nova instalação (num projeto de US$ 8,9 bilhões), bloquearam o tráfego na segunda-feira, de acordo com o que informou a mídia estatal.

Os moradores estão preocupados com o impacto potencial da planta química sobre a região, que vai refinar petróleo e produção de etileno, informou a imprensa.

Em resposta, os funcionários do distrito de Zhenhai Ningbo, onde a planta industrial será localizada, comprometeram-se a ouvir os cidadãos, mas alertaram que deverão punir as pessoas se perturbarem a estabilidade social.
----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

"O projeto integrado de refino ainda está em fase preliminar", disse o governo de Zhenhai em um comunicado publicado em seu site nesta última quinta-feira, 25, acrescentando que ainda tinha de realizar uma avaliação de impacto ambiental.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas