Análise da cadeia de suprimentosA análise da cadeia de suprimentos é o processo de avaliação de cada etapa de uma empresa que está entregando um produto para os clientes.

Esse método requer uma avaliação de cada etapa, a partir do momento em que o negócio adquire a matéria-prima bruta ou suprimentos de fornecedores e vendedores até o momento a empresa fornece o produto final para os clientes.

O objetivo da análise é determinar quais as fases do processo podem ser encurtadas, refinadas ou melhoradas de forma geral, com a meta de otimizar o tempo que leva para entregar o produto para os clientes sem sacrificar a qualidade do produto ou o nível de serviço.

O pensamento por trás da análise de supply chain é que, quanto mais flexível um negócio, mais provável que ele será capaz de responder às necessidades dos clientes.

Vários outros benefícios podem resultar dessa avaliação, incluindo ter inventário apenas suficiente, em vez de ter estoque excessivo ou não suficiente, mais precisão nas estimativas de previsão e uma melhoria na programação e planejamento.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------


A análise começa com o mapeamento do processo de produção de uma empresa, desde o início até o fim. Um fluxograma é a representação mais comum para essa etapa.

O gráfico identifica todos os agentes da cadeia, incluindo os fornecedores de produtos brutos que a empresa usa para fabricar ou produzir o item que vende. Também serve para mapear a interação entre os envolvidos, como a chegada das matérias-primas até a empresa.

Fluxograma é a ferramenta principal da avaliação da supply chain

Fluxograma é a ferramenta principal da avaliação da supply chain

Uma avaliação de fluxograma ajuda a determinar onde as alterações podem ser feitas para melhorar o fluxo. Por exemplo, o gráfico pode revelar que todas as matérias-primas para a produção são provenientes de diferentes fornecedores espalhados por todo o país. O analista pode identificar que um deles pode fornecer todas as matérias-primas. Embora o custo das matérias-primas possa ser ligeiramente maior, o custo de transporte e entrega pode cair drasticamente nessa situação e ter os suprimentos vindos de um fornecedor só pode também acelerar o processo de entrega.

A análise de supply chain funciona em conjunto com a gestão da logística (forma como o produto ou informação flui de um ponto do processo para outro). A união desses dados permite que os gerentes ou proprietários encontrem uma forma de acelerar a transferência de bens e informações em cada ponto do processo, melhorando o tempo de chegada do produto ao mercado e aumentando seus lucros e ganhos.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Armazenagem & Logística
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Armazenagem & Logística