Camex anuncia redução de imposto de importação até 2014Para estimular os investimentos na indústria, a Câmara de Comércio Exterior (Camex) divulgou ontem a redução do Imposto de Importação para 330 máquinas e equipamentos que não são produzidos no Brasil. A medida vale até 30 de junho de 2014.

Mais de 80% dos ex-tarifários aprovados são referentes a novos investimentos. O regime é um mecanismo para estimular os investimentos produtivos pela redução temporária do imposto de importação para bens de capital e de informática e telecomunicação não produzidos no Brasil.

As reduções de alíquotas de 322 ex-tarifários é de 14% para 2% - sendo 45 pedidos de renovação e 277 novos pedidos de concessão.

Os grandes projetos que terão vantagens incluem a implantação de uma fábrica para produção de 200 mil veículos por ano em Rezende (RJ), a construção de uma unidade para produção de mais de 20 mil toneladas de pneus por ano no Rio de Janeiro (RJ), construção de uma fábrica de fertilizantes em Três Lagoas (MS) e a expansão da linha verde do metrô de São Paulo (SP).

Tecnologia

Os bens de informática e telecomunicação terão redução de 16% para 2% nos impostos para impressoras de grande porte, além de renovação da redução tarifária de 16% para 0% para 7 equipamentos relacionados à TV digital.

----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Com as duas novas Resoluções Camex, o número total de ex-tarifários aprovados em 2012 é de 2.134.

Os benefícios fiscais que passam a vigorar a partir de hoje vão incentivar investimentos de mais de US$ 7,021 bilhões e US$ 340 milhões em importações.

Os países mais beneficiados com os novos ex-tarifários são EUA (44,80%), Alemanha (10,19%) e Itália (7,62%). Os principais setores são o de petróleo e gás (31,37%),  automotivo (19,96%), autopeças (11,47%), ferroviário (8,91%), e mineração (8,62%).

(com informações da Época Negócios)

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Comércio Internacional
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Comércio Internacional