O que é carga AMPCarga AMP refere-se à quantidade da demanda que um circuito elétrico coloca em uma fonte de energia, como uma bateria ou interruptor de circuito elétrico entre o artigo e a linha de alimentação que vai para uma casa ou edifício.

Um AMP, abreviação de ampères, representa uma unidade de medida para a quantidade de carga corrente elétrica exigida por um aparelho elétrico por segundo de uso.

Na maioria dos casos, este termo é uma referência direta de aparelhos alimentados por bateria e a quantidade de tempo que a bateria alimenta o dispositivo durante a sua utilização.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

As baterias são classificadas como sendo capazes de lidar com uma gama específica de ampères, uso ou carga AMP, por quanto tempo vão fornecer energia de forma eficaz se o item requer uma certa carga de um AMP.

Por exemplo, uma bateria com uma capacidade nominal de 16 horas Ah vai alimentar um dispositivo que exige uma carga AMP 2 durante oito horas antes de precisar de recarga ou substituição. Do mesmo modo, se o dispositivo necessita de uma carga AMP 1, em seguida, a bateria alimenta o dispositivo durante 16 horas até a exaustão.

Baterias recarregáveis são geralmente muito mais eficientes do que as substituíveis, especialmente em dispositivos que exigem mais do que uma carga de AMP 2. A carga real de AMP exigida depende da função e da quantidade de energia que o dispositivo requer a uma taxa constante, a fim de funcionar de forma eficaz.

Os fusíveis são similares ao conceito de AMPs, mas utilizados para regular a corrente enviada para um dispositivo que requer um fluxo constante de energia a partir de uma fonte de alimentação aberta. Fusíveis são classificados em termos da quantidade de ampères que o fusível pode manipular antes da sobrecarga.

Medidor de carga AMP

Medidor de carga AMP

Na maioria das residências, a utilização de fusíveis foi eliminada e substituída pelos disjuntores, a fim de regular o fornecimento de energia. Isto porque um disjuntor de circuito não necessita ser trocado a cada vez que o circuito está sobrecarregado por uma oscilação de energia ou pelo dispositivo requerer uma amperagem muito elevada para esse circuito particular.

Quando um interruptor de circuito está sobrecarregado, o disjuntor interrompe automaticamente o circuito, parando o fornecimento de energia para o dispositivo, a fim de evitar danos para a peça ou para um equipamento ligado a ela. Fusíveis, por outro lado, interrompem o fornecimento de energia com o aquecimento, ou "sopro", e, assim, param o circuito. Um fusível deve ser substituído por um novo se passar por superaquecimento, enquanto um disjuntor normalmente requer apenas que o interruptor seja ligado novamente.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Elétrica & Eletrônica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Elétrica & Eletrônica