O que é gás natural liquefeitoGás liquefeito é gás natural que tenha sido convertido em líquido. Este processo realiza-se porque a substância é mais facilmente transportada ou armazenada na forma líquida do que na gasosa.

Também conhecido como GNL, passa por um processo que inclui a remoção de contaminantes, seguido por refrigeração. A liquefação é feita numa unidade que contém um equipamento conhecido como trem de GNL. Uma única planta geralmente contém vários trens, cada um capaz de executar todas as etapas associadas com a conversão de gás para líquido.

É composto principalmente de metano, mas também leva pequenos traços de dióxido de carbono, água, mercúrio e sulfureto de hidrogênio, bem como poeira e outros compostos orgânicos. Para converter o gás em líquido, todos estes contaminantes devem ser removidos, uma vez que sua presença dificulta o processo de liquefação.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------

Após a remoção dos contaminantes, o gás é gradualmente refrigerado para convertê-lo em líquido. A -126,6 graus Celsius, o gás se condensa em gás liquefeito. A essa temperatura, o líquido é condensado em torno de 1/600 do volume do gás. Esta redução significativa no volume significa que é muito mais eficiente em termos de custos para transportar o gás quando ele está na forma líquida. Isto é particularmente verdade em áreas onde as redes de condução do gás não estão no lugar.

O gás liquefeito é transportado em caminhões-cisterna ou navios criogênicos. O termo criogênico refere-se ao fato de que essas embarcações estão equipadas para manter a temperatura que mantém o gás líquido.

Os navios que transportam o componente são construídos com casco duplo para reduzir o risco de danos para a embarcação, o que poderia provocar a fuga do produto, e aportam em terminais específicos para essa finalidade, que existem na África, Ásia, América do Norte e do Sul, Austrália e em vários países europeus.

Navio especial para transporte de gás natural líquido

Navio especial para transporte de gás natural líquido

Várias questões de segurança e de meio ambiente estão associadas com a conversão, o armazenamento e o transporte de gás líquido. Um dos principais é que grandes quantidades de dióxido de carbono são liberadas com a extração e a conversão em líquido.

Plantas de GNL também liberam óxido de azoto e as partículas transportadas pelo ar exacerbam os sintomas de doenças respiratórias em seres humanos, como asma e bronquite.

Além disso, o elemento é inflamável, mesmo quando na forma líquida. O líquido em si não pode entrar em combustão, mas, se o líquido começa a vaporizar-se e mistura-se com o ar, o que resulta do gás é inflamável. Embora nunca tenha sido registrado um acidente grave relacionado ao GNL a bordo de um navio de transporte, há notícias de desastres em plantas de GNL em locais como Estados Unidos e Argélia, que aconteceram por conta da explosão de gás ou líquido vaporizado durante o processo de conversão.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás