Processo de eletrogalvanização em açoEletrogalvanização é um processo utilizado no trabalho de metais, como forma de prevenir corrosão.

Nela, a galvanoplastia de zinco adere uma camada de zinco à superfície do aço para inibir a oxidação e a corrosão. O zinco não está sujeito à corrosão normal, de modo que este revestimento de metal protege o aço que se situa por baixo do revestimento.

-----------------------------------------------------
Indicador de empresas:
Soluções de publicidade do portal Manutenção & Suprimentos
----------------------------------------------------------------------------


Este processo de galvanização utiliza um ânodo sacrificial de zinco em suspensão numa solução de zinco e sal. Uma corrente elétrica é introduzida para esta configuração com o ânodo de zinco sendo fixado ao lado positivo da fonte de alimentação, enquanto o aço a ser galvanizado é ligado ao lado negativo da fonte de alimentação. Ao ligar a fonte de alimentação desse modo, os íons de zinco com carga positiva emitidos pelo ânodo são atraídos para o aço de carga negativa.

O método é usado para evitar a corrosão em vários produtos, como pregos galvanizados , parafusos, fios e tubos. Além disso, a indústria automotiva lança mão desse processo para proteger painéis, molduras e outros componentes de automóveis.

O uso da eletrogalvanização como uma camada anticorrosão é comum para produtos utilizados em ambientes em que ficam expostos a condições climáticas severas ou elementos corrosivos.

Os produtos feitos com aço eletrogalvanizado têm longa vida útil, muito maior do que o mesmo item feito em aço normal, por causa de suas qualidades de prevenção da oxidação. De cercas de arame e portões de aço até placas de trânsito e eletrodomésticos, eletrogalvanizados são usados em quase qualquer lugar em que se necessita de uma peça de metal de longa duração.

Outras vantagens em termos de durabilidade podem ser obtidas com a adição de componentes químicos à solução de zinco e solução salina utilizada no processo de galvanoplastia. Os fabricantes de automóveis usam geralmente uma técnica chamada prefosfatagem para melhorar a aderência da superfície de tinta para as peças eletrogalvanizadas.

Cerca de proteção feita de aço eletrogalvanizado

Cerca de proteção feita de aço eletrogalvanizado

Adicionando sais de fosfato ou outros produtos químicos na solução, vários benefícios, como a adesão melhorada da lubrificação, tinta ou corante, podem tornar-se um efeito de longa duração, porque os produtos químicos são incorporados na camada de zinco.

Vale lembrar que este não é o mesmo método conhecido como banho de zinco. A eletrogalvanização requer o uso de energia para criar uma camada de zinco sobre o condutor de aço.

Este processo é mais permanente do que o revestimento de zinco por meio de ações como a imersão a quente, porque o zinco realmente adere ao aço a um nível molecular, em vez de ser meramente um revestimento adicionado ao aço. Esta é uma distinção importante, mas a identificação errada do revestimento de zinco como eletrogalvanização é bastante comum.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica