A Chilena Codelco, maior produtora mundial de cobre, adiou um acordo histórico no valor de U$ 2 bilhões com a chinesa Minmetals, no momento em que os últimos detalhes estavam sendo fechados. As companhias assinaram um acordo preliminar em maio, em que incluía injeção inicial de US$ 500 milhões pela empresa, em troca de 55 mil toneladas anuais de cobre por 15 anos, e com uma opção de comprar 25% da mina chilena de Gaby quando ela for vendida publicamente em 2009.

Autor(es): Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

Comércio Internacional
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Comércio Internacional