ZCCCT, da China, quer ampliar presença no BrasilMaior fabricante de ferramentas de metal duro da China, a ZCCCT (Zhouzhou Cemented Carbide Cutting Tools) chegou ao mercado brasileiro há cerca de um ano, através da Wolf Brasil - que distribui com exclusividade a marca no País. Os resultados têm sido animadores e se prevê que sejam ainda mais substanciais a partir da recente visita da diretoria da Wolf Brasil à ZCCCT, na Província de Hunan, para estreitar os laços e acertar detalhes estratégicos com vistas a aumentar a penetração da marca no Brasil.

Segundo Ricardo Bianchi, diretor-presidente da Wolf Brasil, a ZCCCT está hoje presente em cerca de 70 países, com subsidiárias nos EUA, Alemanha e Hong Kong e vem registrando forte crescimento em todos os mercados onde atua. Para o diretor, isso se deve à excelente estrutura da empresa. Certificada nas normas ISO 9001 e ISO 14001 e com cerca de 7 mil funcionários, a empresa conta com laboratório de metalurgia de última geração e, ainda, a área da fábrica abriga um campus de pós-doutorado para pesquisas de tecnologia em metal duro.

Na opinião de Bianchi, o parque industrial da ZCCCT é bem atualizado e suas linhas de produção de insertos intercambiáveis, suportes para insertos e fresas de topo em metal duro estão entre as melhores do mundo. O portfolio da ZCCCT é composto de ferramentas para torneamento, mandrilamento, fresamento, furação, corte e canal, rosqueamento e ferramentas especiais utilizadas pelas indústrias automobilísticas, de moldes e matrizes e aeronáutica. "Hoje, uma pequena parte desta linha está disponível no Brasil. Nosso objetivo, inclusive com essa visita, é o de ampliar gradativamente essa disponibilidade. Já neste final de ano novas linhas de produtos estarão sendo colocadas no mercado brasileiro", informa Bianchi.

Conforme o diretor, com a introdução da linha da ZCCCT no Brasil, a Wolf ampliou bastante a sua base de clientes no setor metal-mecânico. Em sua avaliação, isso resultará num bom desempenho em termos de faturamento em 2005, com significativo aumento de market share. "Fatores como competitividade e ambiente econômico são desafios para qualquer empresa. Somente o oferecimento de uma ampla linha de produtos que satisfaça às necessidades do mercado local pode compensar essas adversidades", diz Bianchi, acrescentando que "apostamos em uma administração de qualidade, com distribuição rápida e preços competitivos para conquistar a expansão de nossa participação neste mercado".

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas