Mittal Steel, maior siderúrgica do mundo, vai assinar no sábado contrato para construir uma usina de 12 milhões de toneladas de aço no Leste da Índia. A Mittal vai investir US$ 10,2 bilhões em um projeto de minério de ferro que envolve também a construção de uma usina siderúrgica em Jhark-hand, afirmou à Reuters o secretário da Indústria do Estado indiano, S.K. Satapathy.

O acordo será assinado pelo ministro-chefe de Estado, Arjun Munda, e pelo presidente do conselho da Mittal, Lakshmi Mittal. A siderúrgica será a primeira da companhia na Índia, terra natal do executivo.

Siderúrgicas e companhias de mineração têm se voltado para a Índia porque o custo de trabalho é menor e também porque o país tem o terceiro maior depósito de carvão e minério de ferro do mundo.

A Mittal é a segunda siderúrgica estrangeira a assinar um acordo na Índia. O país exige que suas reservas de minério de ferro sejam usadas na produção de aço, demanda que deve impulsionar a economia indiana, a terceira maior da Ásia e que cresce cerca de 7% ao ano.

Em junho, a sul-coreana Posco assinou contrato para um projeto siderúrgico de US$ 12 bilhões no Estado oriental de Orissa, um recorde em investimento estrangeiro no país.

Autoridades do governo de Jharkhand informaram que a Mittal vai construir inicialmente uma usina siderúrgica de 6 milhões de toneladas, que terá a capacidade dobrada posteriormente. "O projeto deve estar em operação em 48 a 54 meses", afirmou Satapathy.

Matéria-prima

A Mittal ainda conseguiu um fornecimento de 600 milhões de toneladas de minério de ferro das minas do Estado de Chiriya por 30 anos, acrescentou a autoridade. O vice-presidente de operações da Mittal, Malay Mukherjee, disse à Reuters que a companhia não tem planos para exportar minério de ferro da Índia e Satapathy.

Autor(es): Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

Comércio Internacional
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Comércio Internacional