O presidente da direção geral do grupo siderúrgico europeu Arcelor, Guy Dollé, afirmou que a companhia pretende agrupar suas operações no Brasil sob um mesmo guarda-chuva. 'Temos esse sonho de juntar nossas atividades no Brasil, mas não sabemos quanto tempo vai levar', disse Dollé, durante a inauguração oficial da laminadora Vega do Sul, na qual o grupo detém 75% de participação e a Companhia Siderúrgica de Tubarão (CST) os demais 25%.

A operação similar efetuada recentemente na integração da Açominas pelo grupo Gerdau - teria o objetivo de somar ganhos de sinergia para as operações do grupo Arcelor no Brasil. A Arcelor, disse Dollé, pretende antes disso aumentar participação nas empresas em que é minoritária. 'Temos o objetivo de aumentar nossa presença no Brasil', afirmou Dollé. Segundo o executivo, esse aumento poderá vir por meio de um acordo com os acionistas dessas empresas. Dollé disse que o grupo quer ampliar, o mais cedo possível, a participação nas empresas em que é minoritário.

A Arcelor controla a Belgo Mineira (54%) e possui também participação na CST ( 30% entre Arcelor e Acesita ) e na Acesita (28%) além da Vega do Sul. Segundo o executivo, o projeto seria de médio e longo prazos.

Autor(es): Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas