Um transformador WEG de 25/30 MVA- 245 kV equipa a mineradora Mantos de la Luna, no Chile. No meio do deserto, a planta opera na extração de cobre numa das vistas mais deslumbrantes do planeta.

Um transformador rebaixador para subestação foi entregue pela WEG à mineradora Mantos de la Luna, em Tocopilla, no Chile. O ambiente em que o equipamento vai funcionar é dos mais desafiadores: o deserto chileno, com muita poeira e atividade sísmica.

O cliente fez a inspeção final na WEG, e a assistência técnica da empresa acompanhou a montagem no cliente. O transformador com potência de 25/30 MVA, opera em uma linha de 245 kV de 28 km de extensão e chega a uma subestação para então alimentar a planta. A extração mineral representa 35% da economia do Chile.

No norte do Chile, espremido entre o Oceano Pacífico e a Cordilheira dos Andes, o deserto do Atacama tem algumas das vistas mais deslumbrantes do planeta. Apesar de ser considerado o lugar mais seco do mundo (em algumas áreas jamais foi registrada uma única gota de chuva), o Atacama conta com paisagens de tirar o fôlego. O deserto é riquíssimo em minérios e a região onde está localizada a mina, Valle de la Luna, como o nome já diz, lembra bastante uma paisagem lunar. É de lá que, sobre uma gigantesca duna, admira-se o mais espetacular pôr-do-sol da Terra. O avanço das sombras pelo deserto, com os picos dos Andes de paisagem de fundo, oferece uma diversidade de cores que desafia a visão dos mais céticos.

Autor(es): Divulgação WEG

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas