Ampliação da unidade da AçominasA Bardella e a Yaskawa Elétrico do Brasil forneceram para a Gerdau Açominas uma ponte rolante para transporte de aço líquido com capacidade total de içamento de 340 toneladas no carro principal e 60 toneladas no auxiliar. Segundo as fornecedoras, a ponte é uma das maiores do Brasil para essa aplicação.

O gerente de vendas da Bardella, Sérgio Roberto Giudici, disse que a ponte - instalada na unidade de Ouro Branco, Minas Gerais, em agosto último - foi projetada e contruída no Brasil pela Bardella e, em peso, tem índice de nacionalização de 90%.

A ponte conta com sistemas de redundância para evitar que possíveis falhas provoquem acidentes e sistemas eletrônicos de supervisão, que identifica os problemas. É a primeira no Brasil a utilizar a tecnologia do grupo japonês Yaskawa Electric de inversores de frequência regenerativos e possui um sistema de controle de velocidade de içamento que permite uma economia de energia de cerca de 40%, segundo informou o gerente geral da Yaskawa Elétrico do Brasil, José Luiz Rubinato.

Os executivos informaram que as empresas ganharam concorrência internacional para o fornecimento. O valor do contrato não foi revelado, mas, segundo Giudici, um projeto desse porte custa aproximadamente US$ 10 milhões.

A Gerdau havia anunciado investimentos de cerca de US$ 1 bilhão para ampliar a produção da Gerdau Açominas, em Ouro Branco, de 3 milhões de toneladas para 4,5 milhões de toneladas anuais.

Giudici informou que desde a ordem de compra até a entrega da esteira foram 16 meses. A Bardella conta com a parceria da japonesa Mitsui Miike na produção de máquinas de transporte. Segundo o executivo da Bardella, os negócios ficaram mais fracos a partir de julho, como resultado das altas taxas de juros. Giudici afirmou que hoje a maior parte das compras são complementos de grandes obras, principalmente em setores exportadores.

Especializada em automação industrial, o gerente geral da Yaskawa, por sua vez, informou que o faturamento tende a crescer cerca de 15% este ano em função da carência das empresas nessa área.

Autor(es): Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas