A internacionalização impulsionou o faturamento do Grupo Gerdau em 2005. Com a consolidação das unidades da North Star, nos Estados Unidos, da Diaco, na Colômbia, e da Sipar, na Argentina, além do incremento da receita no mercado interno, o faturamento do Grupo Gerdau chegou a R$ 25,5 bilhões no final do ano passado. O valor é 8,9% superior ao registrado em 2004.

“A consolidação das operações no exterior reforça a vocação internacional do Grupo Gerdau que se traduziu no crescimento do faturamento registrado em 2005. Para os próximos anos, devemos prosseguir com a estratégia de expansão no exterior”, informa o vice-presidente sênior, Frederico Gerdau Johannpeter.

No ano foram comercializados 3,5 milhões de toneladas de produtos siderúrgicos no mercado interno e 2,8 milhões de toneladas no exterior. Na América do Norte, as vendas tiveram um incremento de 18,7%, alcançando 6,4 milhões de toneladas e faturamento da ordem de R$ 10,8 bilhões.

Nos mercados da Argentina, Chile, Colômbia e Uruguai, o volume comercializado chegou a 802 mil toneladas, 54,1% a mais que em 2004, registrando um faturamento de R$ 1,4 bilhão.

No período, o lucro líquido consolidado foi de R$ 3,3 bilhões, valor semelhante ao registrado em 2004.

Autor(es): ABM - Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia