A CSN - Companhia Siderúrgica Nacional anunciou planos de investir US$ 5,1 bilhões na expansão da capacidade de produção de aço e minério de ferro até 2011. O Conselho de Administração da CSN já aprovou a aplicação de US$ 3,6 bilhões para a instalação de quatro altos-fornos com capacidade para produzir 1,5 milhão de toneladas ao ano cada. Hoje, a capacidade da CSN é de 5,8 milhões de t/ano.

Dois deles serão instalados em Itaguaí, no Rio de Janeiro, e devem entrar em operação em 2009. Os demais serão instalados em nova unidade a ser construída em local ainda não definido, podendo ser no Rio ou Minas, prevista para entrar em operação em meados de 2010.

Segundo a CSN, essas 6 milhões de toneladas de placas serão destinadas à alimentação de usinas transformadoras a serem adquiridas pela CSN na Europa ou Estados Unidos.

A CSN também investirá US$ 1,5 bilhão na mina de Casa de Pedra, com elevação da produção de minério de ferro de 16 milhões de toneladas/ano para 53 milhões de toneladas até 2011. O plano também contempla a construção de nova planta de pelotização com capacidade de 3 milhões de toneladas, em Itaguaí.

Autor(es): Jornal do Commercio

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia