Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha
Economia

Economia

Notícias e artigos relacionados a Economia

Digite uma palavra chave para encontrar conteúdo relacionado:


Uma economia consiste no sistema econômico de um país ou localidade, em conjunto com recursos como trabalho, capital e recursos da terra, somados aos agentes econômicos que socialmente participam da produção, troca, distribuição e consumo de bens e serviços dessa região. A economia é o resultado final de um processo que envolve diversas variáveis, como a evolução tecnológica, história e organização social, bem como a sua geografia, com seus recursos naturais e ecologia. Saiba mais sobre economia.


Economia

Definição de otimização restrita

A definição de otimização restrita, de forma simplificada, é o conjunto de métodos numéricos utilizados para resolver problemas ao buscar minimizar o custo total com base em entradas cujas restrições ou limites estão insatisfatórios. Na ...

Economia

O que é capital de risco verde

O que é capital de risco verde Capital de risco verde é o capital de investimento disponível para as empresas que estão envolvidas no desenvolvimento e comercialização de bens e serviços sustentáveisou ... Leia mais

Economia

Definição de valor contábil

Definição de valor contábil Também conhecido como valor escrito, o valor contábil tem a ver com o valor atual do ativo imobilizado que aparece nos registros financeiros de uma empresa. ... Leia mais

Economia

O que é colapso econômico

colapso econômico Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das ... Leia mais

Economia

O que é Mercantilismo

Mercantilismo Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O ... Leia mais

Soluções de publicidade


Cadastre-se e receba notícias personalizadas


Saiba mais sobre economia

No mundo acadêmico, na mídia e no dia a dia, a economia é o estudo da produção, distribuição e consumo de bens e serviços. Os profissionais da área, os economistas, tentam compreender a forma como ela responde a várias influências externas, tais como mudanças nas taxas de juros nacionais, oferta e procura de um certo produto e situações políticas, por exemplo, entre outras.

Economia 1 Economia 2 Economia 3 Economia 4 Economia 5

Imagens relacionadas a economia

A economia moderna começou em 1776, com a publicação A Riqueza das Nações, de Adam Smith. Essa foi a primeira defesa abrangente do mercado livre e continua a ser uma obra influente até hoje.

Um conceito central para esse estudo foi o da "mão invisível", a idéia de que o mercado, embora pareça caótico, é realmente orientado para produzir a quantidade e variedade certas de bens e serviços.

Se houver bens suficientes, haverá grandes incentivos econômicos para produzir mais; se há bens em excesso, haverá um incentivo econômico para a produção de menor variedade de mercadorias. O trabalho de Smith foi tão influente que todas as tentativas anteriores de escolas de economia foram abandonadas após a sua publicação.

Economia é um campo que pode ser dividido em uma variedade de escolas e métodos de análise diferentes, embora os dois métodos principais sejam a macroeconomia - o estudo das economias de forma geral - e a microeconomia - o estudo e modelagem dos agentes individuais em uma economia.

Economistas elaboraram teorias de mercados que se aproximam do mundo real, suas tendências e comportamentos. A maioria dos economistas defende uma economia de laissez-faire, o que significa uma economia com intervenção mínima do governo.

Eles apontam para o colapso da União Soviética como um exemplo de uma falha economia com muito controle central e o sucesso dos Estados Unidos como um modelo de uma economia laissez-faire (ou “deixe fazer” em Francês).

Infelizmente para os economistas, as pesquisas de opiniões feitas com leigos frequentemente mostram que eles aprovam intervenções governamentais limitadas na economia. Outro princípio básico da economia teórica é que, através do auto-interesse entre um grande número de agentes, interesses sociais podem ser servidos no longo prazo.

Todas as diferentes teorias da economia se baseiam nos conceitos criados por Adam Smith no século XVIII

Todas as diferentes teorias da economia se baseiam nos conceitos criados por Adam Smith no século XVIII

Quando as pessoas se concentram em ser tão produtivas quanto possível e que fornecem bens e serviços em demanda suficiente, eles recebem em benefícios, mas ainda como outros que utilizam esses serviços, e do setor público, que recebe dinheiro em cima por meio de impostos.

A teoria econômica moderna tende a se separar da teoria econômica clássica, olhando mais do que apenas a fonte de produção e a teoria da mão invisível. A economia moderna também volta sua observação para itens como o papel da demanda, oferta de dinheiro e seu efeito sobre o crescimento ou o monetarismo e do livre comércio. Em alguns aspectos, a teoria da economia moderna é um estudo muito mais macroeconômico que leva em conta várias áreas de uma única economia.

Todos os tipos de profissões, ocupações e atividades econômicas contribuem para a economia. O consumo, a poupança e o investimento são variáveis fundamentais da economia e determinam o equilíbrio do mercado. Existem três principais setores de atividade econômica: primário, secundário e terciário.

Acompanhar as notícias nas finanças nacionais e mundiais é fundamental para todos os tipos de atividades empresariais

Acompanhar as notícias nas finanças nacionais e mundiais é fundamental para todos os tipos de atividades empresariais

O setor primário da economia envolve a extração e produção de matérias-primas, como milho, carvão, madeira e ferro. Já o setor secundário abrange a transformação de matérias-primas ou produtos intermédios em bens, por exemplo, fabricação de aço em carros, ou tecidos em roupas. O setor terciário refere-se a prestação de serviços a consumidores e empresas, como, por exemplo, bancos e concessionárias. Alguns especialistas também citam o setor quaternário da economia, que seria a parte de pesquisa e desenvolvimento, necessários para produzir produtos a partir dos recursos naturais.

O Brasil tem mercado moderadamente livre e com fortes características de exportação. Seu produto interno bruto ultrapassa os dois trilhões de dólares. Mesmo com a crise econômica em 2008 e começo de 2009 e até mesmo com a retração de 0,2% no PIB, o país ainda ficou em sexto lugar entre os países do G20, grupo que abrange as melhores economias entre países emergentes e desenvolvidos. De acordo com dados do Fórum Econômico Mundial, o país melhorou sua competitividade no ano de 2009, subindo oito posições e superando a Rússia.

Esses são apenas alguns dados que mostram como o Brasil está se comportando economicamente e como isso pode influenciar, entre outras coisas, no crescimento industrial.

Por isso, na editoria de Economia, o leitor poderá acompanhar tudo o que acontece nas finanças brasileira e mundial, com previsões, projeções e análises feitas por economistas, além de outros temas que podem interferir de forma positiva ou negativa no desenvolvimento industrial, como as cargas tributárias e fusões de empresas.

Google