Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Indústria atenderá aumento de demanda, afirma Skaf

Ministro Mantega concordou com presidente da Fiesp de que não há motivos para inflação de demanda ou aumento de juros.

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, reuniu-se nesta segunda-feira (1º) com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para analisar os dois primeiros meses de 2010 e discutir perspectivas para a economia e o setor industrial no restante do ano.

Mantega esteve na Fiesp para saber se a indústria brasileira está pronta para suprir o aumento do consumo. Skaf disse se sentir “bastante tranquilo em relação à oferta por parte da indústria, porque em dezembro de 2009 a produção estava 6,2% menor em relação a 2008”.

“Em 2009, a indústria investiu e aumentou sua capacidade em 10%”, explicou o presidente da Fiesp. Ele afirmou, ainda, que este ano a indústria deverá investir em ritmo forte e ampliar sua capacidade produtiva entre 12 e 15%.

O ministro mostrou-se satisfeito com a afirmação do líder empresarial. “A indústria nacional já mostrou ser capaz de reagir à alta da demanda em 2008”, lembrou o ministro, referindo-se ao mais recente período aquecido da economia. “O Brasil começou bem o ano, está na direção correta e poderá cumprir as taxas de crescimento projetadas de forma sustentável”, disse Mantega.

Participaram do encontro os empresários e membros do Conselho Estratégico da Fiesp José Luis Cutrale, do Grupo Cutrale, Josué Christiano Gomes da Silva, presidente da Coteminas, Lawrence Pih, presidente do Moinho Pacífico e Marcelo Bahia Odebrecht, da Odebrecht, além de Antonio Delfim Neto, presidente do Conselho Superior de Economia (Cosec), Paulo Francini, diretor-titular do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) e Roberto Rodrigues, presidente Conselho Superior do Agronegócio (Cosag).

Juros e inflação

Na avaliação do ministro da Fazenda, não há motivos para alarme quanto ao aumento da inflação nos dois primeiros meses de 2010. “Não devemos nos impressionar com a inflação do início do ano porque ela normalmente é superior e fruto de ocorrências sazonais”, pontuou.

Os reajustes da mensalidade escolar e da tarifa de ônibus, que acontecem só uma vez ao ano, segundo Mantega, são exemplos do que impulsiona a inflação, assim como as fortes chuvas que causaram inundação no Ceagesp e a alta do preço dos alimentos.

“Não há a menor dúvida de que este não é o momento para a elevação dos juros”, afirmou Paulo Skaf. “Essa alta causaria o aumento do gasto público. Isso significaria ir na mão contrária do câmbio e valorizar ainda mais a moeda.”

Questionado sobre sua posição em relação aos juros, Mantega disse ser contra a alta dos juros privados. Já sobre os juros administrados pelo Banco Central, ele afirmou que não se manifestaria. “O BC sabe quando deve baixar e quando deve aumentar os juros”, concluiu.

Agência Indusnet Fiesp

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google