A produção industrial brasileira subiu 1,1% em janeiro ante o mês anterior, com ajuste sazonal, depois de dois meses consecutivo de queda no final de 2009, divulgou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com janeiro do ano passado, o avanço foi de 16% - decorrente da baixa base de comparação provocada pela crise global.

No último bimestre de 2009, a produção nacional caiu 1%. O desempenho em janeiro foi impulsionado por produtos de metal (12%), material eletrônico e de comunicações (14,3%) e bebidas (8,1%). Na outra ponta, reduziram a atividade os setores de edição e impressão (-5%), veículos automotores (-1,2%) e farmacêutica (-2,2%).

"O início de 2010 mostra um quadro de continuidade do crescimento industrial com resultado expressivo em relação a janeiro de 2009, mas também ante dezembro. Esta última taxa leva a produção para nível próximo ao de janeiro de 2008, e devolve a perda acumulada nos últimos dois meses de 2009", afirmou o Ibge em nota.

Em relação ao mesmo mês do ano passado, houve expansão em 23 das 27 atividades pesquisadas, com destaque para a indústria automobilística, que cresceu 41,4% no período. A maior pressão negativa veio de outros equipamentos de transporte, que caiu 20%, principalmente pelo recuo na fabricação de aviões.

O indicador acumulado nos últimos 12 meses segue negativo em 5%, mas vai reduzindo o ritmo de queda. O IBGE revisou ligeiramente para cima o dado de atividade em dezembro, de uma queda inicialmente divulgada de 0,3% sobre novembro para recuo de 0,2%.

Autor(es): Redação Portal Terra

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia