Ao lado da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva inaugurou a Usina Termelétrica (UTE) Euzébio Rocha, da Refinaria Presidente Bernardes-Cubatão. Em seu discurso, Lula enfatizou a situação energética no País e descartou risco de apagão, como ocorreu em 2001.

“E quando a gente vem aqui inaugurar uma termelétrica, o que a gente está dizendo para o mundo? Pode vir fazer investimento no Brasil, que vai ter energia suficiente, que não vai ter mais apagão, como tivemos em 2001”.

Segundo Lula, o apagão ocorreu em 2001 porque o País tinha água sobrando no Sul, mas não tinha linha de transmissão para trazer para o Sudeste. “Agora, fizemos uma interconexão de linhas por todo o Brasil. Quando tiver chuva demais aqui, nós mandamos para o Nordeste. Quando tiver muito no Nordeste, trazemos para cá”.

E acrescentou: “Nunca mais a gente vai ter apagão nesse País, a não ser que caia uma torre, que caia um negócio qualquer”.


Autor(es): A Tribuna

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia