O empresário Eike Batista disse nesta quarta-feira que outras de suas empresas poderão lançar ações, em meio ao aquecimento do mercado para ofertas públicas iniciais no Brasil.

A OSX Brasil levantou R$ 2,82 bilhões em sua oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) há duas semanas, muito abaixo da previsão original de R$ 9,92 bilhões, em meio a preocupações de investidores sobre as condições dos mercados no mundo.

Outros três IPOs este ano no Brasil também levantaram menos capital que o esperado, mas Eike disse ver sinais de que o mercado está se recuperando.

"A holding EBX... tem vários projetos que está sempre criando e outras empresas podem vir ao mercado de capitais. Vamos esperar um timing melhor", acrescentou, após discursar em um evento sobre investimentos no Rio de Janeiro.

A EBX controla várias empresas nos setores de mineração, energia, logística, petróleo e gás, e também no setor imobiliário.

Sua subsidiária OSX, que atua na construção de plataformas e embarcações para o setor de petróleo, é a última aposta de Eike no "boom" do petróleo no litoral brasileiro.

O bilionário disse que o Brasil está pronto para receber mais investimentos de empresários chineses interessados em estabelecer-se no país.

"O porto Açu é o início de uma autopista para a China para suprir matérias-primas e também para fazer os chineses produzirem coisas no Brasil para a gente não ser só um vendedor de matérias-primas", disse.

Ele afirmou esperar que o presidente chinês, Hu Jintao, visite o porto, no Estado do Rio de Janeiro, quando visitar o Brasil no próximo mês.

Fonte: Reuters News

Autor(es): Redação Portal Terra

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás