A produção industrial subiu, em fevereiro, pela segunda vez consecutiva. A alta de 1,5% frente a janeiro indica aceleração em relação ao mês anterior, quando a variação positiva havia sido de 1,2% --em dado revisado--, informou nesta quinta-feira o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Em relação a igual período em 2009, a produção industrial subiu 18,4%. No acumulado dos últimos 12 meses, verifica-se recuo de 2,6%.

Demanda interna atinge maior nível desde agravamento da crise, diz FGV
Otimismo do consumidor vai estimular indústria, diz CNI
Confiança da indústria atinge em março 2º maior nível desde 1995, diz FGV

A Pesquisa Industrial Mensal demonstra que houve aumento na produção em 15 dos 27 ramos pesquisados em fevereiro, na comparação com o mês anterior. O principal destaque ficou por conta da indústria farmacêutica, que subiu 15,9%.

Por outro lado, os principais resultados negativos foram constatados na produção de vestuário e acessório, com queda de 8,6%, e produtos de metal, (-3,2%).

Entre as categorias de uso, a produção de bens de consumo duráveis teve elevação de 0,7% frente a janeiro; em relação a fevereiro de 2009, houve avanço de 25,2%.

A produção de bens intermediários teve retração de 0,5% frente a janeiro, mas subiu 19,4% em relação a fevereiro do ano passado.

Já a produção de bens de capital teve elevação de 1,7% frente a janeiro, e teve alta de 26,2% contra fevereiro do ano passado.

Por fim, a produção de bens de consumo semi e não duráveis cresceu 2,4% em fevereiro, na comparação com janeiro. Em relação a igual período em 2009, no entanto, houve registro de elevação de 10,5%.

Por Cirilo Junior

Autor(es): Folha Online

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia