O emprego nas indústrias do País avançou 0,6% em fevereiro, ante janeiro, na série com ajuste sazonal, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira. É o segundo resultado positivo seguido neste tipo de comparação, o que levou a uma expansão de 0,9% nos dois primeiros meses do ano.

Na comparação com o mesmo mês de 2009, a taxa subiu em 0,7%, no primeiro resultado positivo desde novembro de 2008. No entanto, o acumulado no ano ainda é negativo (0,2%) ante o ano anterior, de acordo com o instituto. As principais contribuições positivas para o resultado vieram de São Paulo (1,4%), seguido por região Nordeste (2,9%) e Ceará (8,5%).

Por setores, o emprego industrial avançou em doze dos dezoito ramos, na comparação com janeiro. O destaque foi para papel e gráfica (8,2%), têxtil (4,6%), alimentos e bebidas (1%) e calçados e couro (3,2%). Por outro lado, madeira (-12,5%) e vestuário (-3,4%) pressionaram o índice para baixo.

Já o número de horas pagas cresceu 1,5% de janeiro para fevereiro, com ajuste sazonal, revertendo resultado negativo do mês anterior. Ante o mesmo mês de 2009, o indicador elevou-se 1,6%, no primeiro resultado positivo desde outubro/08. A folha de pagamento real cresceu 2,7% em fevereiro.

Autor(es): Redação Portal Terra

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia