Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Consórcio vencedor quer garantir rentabilidade de Belo Monte

Mais notícias relacionadas a energia:

Parques eólicos offshore
Plantas de geração de energia podem ser erguidas em rios, lagos e no mar.


Como funciona a Caixa de Bloom
Esta é uma adaptação da tecnologia de células de combustível de óxido sólido, que gera ...


O que é combustível sem fumaça
Alguns combustíveis sólidos comuns que normalmente são considerados sem fumaça são carvão antracite, coque, carvão ...


Os principais participantes do consórcio vencedor da Usina Hidrelétrica de Belo Monte passaram o dia reunidos nesta quinta-feira para encontrar possíveis soluções para garantir a rentabilidade do projeto. Isso poderá ser feito reduzindo os custos da obra e ampliando a participação de sócios estratégicos que possam dar viabilidade financeira, mesmo com o preço do megawatt-hora (MWh) em R$ 77,97, como foi definido no leilão.

Fontes do setor energético garantem que é possível construir a usina com os R$ 19 bilhões estipulados no projeto inicial, mas é preciso garantir um retorno mínimo principalmente para os fundos de pensão que devem integrar o consórcio.

Ainda não há a confirmação da entrada ou saída de novas empresas no consórcio Norte Energia, vencedor do leilão, mas o grupo admite que pode haver uma acomodação de investidores na parte privada do consórcio. Essa decisão deverá ser anunciada até o dia 1º de julho, data prevista para a homologação do resultado do leilão.

De acordo com o cronograma da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), as empresas têm até o dia 10 de maio para apresentar a documentação necessária para sua habilitação. A outorga e a assinatura do contrato de concessão devem sair só no final de setembro.

O consórcio Norte Energia, vencedor do leilão para construir a usina de Belo Monte, é formado por nove empresas: a estatal Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), subsidiária da Eletrobras, com 49,98%; a Construtora Queiroz Galvão, com 10,02%; a Galvão Engenharia, com 3,75%; a Mendes Junior, com 3,75%; a Serveng-Civilsan, com 3,75%; a J Malucelli, com 9,98%; a Contern, com 3,75%; a Cetenco, com 5%; e a Gaia Energia, com 10,02%.

O consórcio já anunciou a entrada da Eletronorte, subsidiária da Eletrobras, como sócio estratégico dentro da participação de 49,98% que a Chesf detém no consórcio.

Agência Brasil

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a energia:

Destilador usa energia solar para purificar água

A empresa israelense SunDWater lançou um dispositivo ecológico e de baixo custo e manutenção que usa energia solar para limpar água poluída ou salgada. A novidade ...
Cummins Diesel concentra forças no Nordeste brasileiro

O término de algumas obras do PAC e a conclusão de unidades fabris no Nordeste do Brasil nos últimos anos têm levado empresas do setor energético ...
Como funciona um ímã supercondutor

Um ímã supercondutor é um eletroímã, onde as bobinas são feitas de um supercondutor tipo II. Ele pode facilmente criar campos magnéticos contínuos de 100.000 Oersted ...
Energia mecânica elétrica

Energia mecânica elétrica pode ser criada de duas maneiras: com um gerador elétrico ou um motor. O termo gerador elétrico é usado para descrever uma série ...
O que é sustentabilidade energética

A sustentabilidade energética desempenha um papel importante no nosso mundo e na atual geração populacional. É uma forma de sermos capazes de fazer uso dos recursos presentes num processo ...
Chile solicita licitações para exploração solar na América do Sul

O Chile vai solicitar propostas no próximo ano para construir a maior fazenda solar da América do Sul, pois o governo pretende dar o pontapé inicial de investimentos ...
Campanha da Eletrobras desmistifica energia nuclear

A Rota da Energia Nuclear, novo projeto da Eletrobras, tem como objetivo explicar de forma didática como é feita a produção de energia nessas usinas. A ação, criada ...

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google