Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

MDIC: importação de bens de consumo subiu 55%

Mais notícias relacionadas a comércio internacional:

Taiwan: mercado promissor de produtos siderúrgicos
Cenário dos laminados planos é dominado pela China Steel Corporation (CSC), única empresa com usinas ...


O que são exportações invisíveis
Também conhecidas como exportações intangíveis, incluem pagamentos, licenciamento e repatriação de lucros entre empresas.


Camex anuncia redução de imposto de importação até 2014
Máquinas e bens de informática não produzidos no Brasil


As importações de bens de consumo no mês de maio subiram 55% em relação a maio de 2009, puxadas, principalmente, pelas compras de automóveis, que cresceram 72,5% no período. As informações foram divulgadas hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

As importações de bens de capital subiram 35,9% e as de matérias-primas e intermediários, 45,6%. Já as compras no mercado externo de combustíveis e lubrificantes cresceram 47,9% em maio ante igual mês de 2009. Segundo o secretário de Comércio Exterior do MDIC, Welber Barral, as importações de automóveis são principalmente da Argentina, Coreia do Sul e México. Elas somaram US$ 683 milhões no mês passado.

No acumulado de janeiro a maio, as importações de bens de capital perderam participação na pauta brasileira. Nos cinco primeiros meses de 2009, elas representavam 25,3% de tudo que o Brasil comprava de outros países. No mesmo período deste ano, esse porcentual caiu para 21,6%. As importações de matérias-primas e intermediários ganharam espaço na pauta, passando de 45,9% de janeiro a maio de 2009 para 47,2% no mesmo período de 2010.

A participação das compras de bens de consumo na pauta brasileira subiu de 16,4% para 16,9%, enquanto a de combustíveis e lubrificantes passou de 12,4% para 14,3%. O maior aumento das importações brasileiras veio da Europa Oriental, de 149,3% em maio deste ano em comparação com maio de 2009, embora o valor seja pequeno (US$ 233 milhões). As principais importações foram da Ásia, sobretudo China, União Europeia, América Latina e dos Estados Unidos.

Agência Estado

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a comércio internacional:

Importação de produtos químicos da Índia

A indústria química indiana está em franca expansão. O setor proporciona hoje um grande volume de negócios dentro e fora do país. Produtos químicos ...
Pesquisa mostra recuperação da indústria chinesa

A produção industrial na China melhorou neste mês de outubro, dando sinais de que uma recuperação pode estar tomando forma depois de uma queda acentuada da segunda ...
Definição de certificado de origem

O certificado de origem é um documento importante no comércio internacional que atesta que os bens em um embarque de exportação específico são inteiramente obtidos, produzidos, fabricados ...
Diferença entre marca de serviço e marca registrada

Se você fabrica um produto ou oferece um serviço, provavelmente quer que sua empresa tenha uma identidade única para permitir que seus clientes saibam a origem do produto ou ...
Modelos de comércio internacional

Modelos de comércio internacional têm sua origem na teoria da vantagem absoluta apresentada por Adam Smith, que demonstrou que era benéfico para um país se especializar ...
Déficit em químicos alcança US$ 12,0 bi no primeiro semestre

As importações brasileiras de produtos químicos totalizaram mais de US$ 19,4 bilhões no primeiro semestre de 2012, enquanto as exportações somaram US$ 7,4 bilh ...
China pretende criar zona de conversão da moeda

A China planeja criar uma zona especial para experimentar com a convertibilidade da moeda em Shenzhen (foto), cidade em que introduziu as principais reformas econômicas há três d ...

Comércio Internacional
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Comércio Internacional


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google