A empresa Buck Consultants, dos Estados Unidos, está realizando pela quarta vez consecutiva uma pesquisa global sobre programas de qualidade de vida nas empresas.

No Brasil, as companhias interessadas em participar do levantamento e compartilhar resultados podem consultar a ABQV (Associação Brasileira de Qualidade de Vida – www.abqv.org.br) ou acessar diretamente o link da pesquisa para o Brasil (https://www.bucksurveys.info/se.ashx?s=23B685E5
34C95769&source=ABQV).

Em 2009, houve a participação de mais de 1.100 empresas, de 45 países. Foi a primeira vez que o Brasil aderiu à iniciativa, com mais de 150 empresas respondentes.

Neste ano, a pesquisa terá tópicos como o planejamento dos programas de qualidade de vida, indicadores de avaliação, incentivos e estratégias de comunicação. Foram incluídas questões específicas sobre o gerenciamento do stress e a abordagem do tabagismo.

Não há custos para a participação e os respondentes recebem o relatório global e nacional da pesquisa. As adesões devem ser feitas até 30 de junho.

Segundo a pesquisa de 2009, o principal objetivo das empresas brasileiras com suas iniciativas de qualidade de vida é garantir maior produtividade e presença, mesma percepção das empresas canadenses, européias, australianas e africanas.

Manter a capacidade de trabalho é a segunda maior preocupação, seguida da redução do número de faltas dos funcionários. Ao contrário dos Estados Unidos, onde a redução de custos de assistência médica ocupa o primeiro lugar na pesquisa, no Brasil essa preocupação é apenas a 11ª colocada entre 12 razões para se investir em programas de qualidade de vida.

Serviço:

Informações: (11) 3541-1322

Autor(es): Canal Executivo Jr.

facebook      twitter      google+

Responsabilidade Social
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Responsabilidade Social