TORONTO, 5 de julho (Reuters) - A Vale informou na noite de domingo ter chegado a um acordo preliminar com os trabalhadores da mina de níquel e cobre em Sudbury, em Ontário (Canadá), se aproximando do fim de uma greve severa que já dura um ano.

A mineradora disse ter firmado um acordo com dois sindicatos locais, que representam os trabalhadoras nas áreas de produção e manutenção em Sudbury e Port Colborne, em Ontário.

A Vale e os sindicatos devem assinar os memorandos de entendimento nesta segunda-feira, segundo comunicado da companhia.

Cerca de 3 mil trabalhadores iniciaram uma greve em julho do ano passado em Sudbury em torno de aposentadorias, bônus e alterações contratuais.

Uma outra paralisação na mina de níquel na baía de Voisey, no leste do Canadá, teve início em agosto passado.

Juntas, Sudbury e Voisey são responsáveis por cerca de 10% da produção mundial de níquel, além de volumes significativos de cobre, cobalto e metais preciosos.

Autor(es): UOL News

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas