A Mizumo, uma unidade de negócios do Grupo Jacto e referência nacional em soluções compactas para tratamento de esgoto sanitário (ETE), conquista mais um importante cliente. A empresa venceu duas licitações realizadas pela Sabesp - Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo - para o fornecimento de estações de tratamento de esgoto (ETE), a serem instaladas nos bairros Guatambu e Mandi, localizados no município de Itaquaquecetuba (SP) e que atenderão aos habitantes das comunidades locais.

O contrato vem reforçar a versatilidade da Mizumo em atender a variadas necessidades, sejam residenciais, comerciais, industriais ou públicas, e demonstra sua competitividade para participação em processos licitatórios. "As concessionárias de serviços de água e esgoto têm obrigações contratuais quanto à universalização do atendimento e as ETEs Mizumo facilitam o alcance dessas metas num menor tempo e com investimento que pode ser remanejado de acordo com as prioridades de investimento", explica o gestor da Unidade de Negócios da Mizumo, Giovani Toledo.

Avaliações sobre o mercado de saneamento indicam uma tendência entre as empresas concessionárias em optar por estações compactas de tratamento de esgoto sanitário como as da Mizumo para bairros, pequenas vilas, povoados rurais e comunidades de locais isolados, desprovidos de rede coletora, pois são soluções que permitem rápida produção e instalação, são customizadas e modulares e podem ser removidas e transportadas para outras regiões, caso haja necessidade.

Fornecimento adequado às necessidades da Sabesp

O fornecimento da Mizumo inclui dois sistemas de tratamento de esgoto sanitário, compostos de 37 (Mandi) e 41 (Guatambu) tanques de fibra de vidro, acompanhados de geradores de energia, estações elevatórias, medidores de vazão, Sistema de Medição de Oxigênio e de pH, sistemas de caixa de areia, gradeamentos grosseiro e fino e queimadores de gás.

O sistema indicado para o córrego Mandi terá vazão de 31,05 L/s, atendendo a 17.533 habitantes; já para o Guatambu, a vazão é de 31,92 L/s, referente ao consumo de 18.023 pessoas. As estações preveem o descarte da água tratada nos córregos Cuiabá e Mandi. "A Mizumo desenvolveu uma solução única, que se adequou inteiramente à necessidade da Sabesp", afirma Toledo.

Instalação e manutenção: oportunidade e desafio

Por se tratar de ETEs de grande porte, o desafio da Mizumo será fornecer os produtos em curto espaço de tempo. Será de responsabilidade da empresa, ainda, gerenciar a obra civil. "Possuímos flexibilidade industrial para produzir soluções personalizadas e completas e estes contratos com a Sabesp são considerados um marco para a Mizumo. Seus parâmetros de exigência colocam a empresa em um novo patamar da competência e referência no mercado", destaca Toledo.

A instalação das ETEs será realizada por etapas, conforme a entrega dos equipamentos. Serão executadas obras de infraestrutura, como rede coletora de esgoto, de emissários e de recalques, estações elevatórias, poços de visitas e de inspeção, lajes radiers, casa de máquinas, fundações, serviços de terraplanagem, entre outros - situação para a qual não seria indicada uma ETE convencional de alvenaria, que não poderia ser ampliada, modificada ou transportada.

Mizumo - Grupo Jacto

Telefone: (14) 3405.3000

mizumo@mizumo.com.br

www.mizumo.com.br

Informações para imprensa:

Regiane Damasceno - regiane@viapublicacomunicacao.com.br

Inês Cardoso - ines@viapublicacomunicacao.com.br

Via Pública Comunicação - (11) 3562.5555

www.viapublicacomunicacao.com.br

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas