Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Ciesp/Fiesp integram fórum de debate sobre P&G em Brasília

Entidades paulistas participam de workshop que tratará do desenvolvimento da cadeia produtiva do petróleo, na sede da CNI

Mais notícias relacionadas a petróleo & gás:

O que faz um corretor de petróleo
Assim como outros negociadores de títulos, um corretor de petróleo é pago por comissão


O que é um dessalinizador
Processo de dessanilização é geralmente a primeira etapa da cadeia do petróleo.


Total quer obter licença de exploração de gás e petróleo na Tanzânia
A Tanzânia planeja criar um fundo soberano que vai usar a crescente receita de óleo ...


Nesta sexta-feira (22), a Diretoria de Infraestrutura do Ciesp, e os departamentos de Infraestrutura e de Competitividade e Tecnologia da Fiesp, participam de um workshop na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília, que discutirá o fortalecimento dos núcleos de petróleo e gás natural nos Estados.

A proposta é analisar os mecanismos de que o Sistema Indústria dispõe para envolver as empresas a se tornarem fornecedoras do setor, e colocar em debate as experiências regionais bem sucedidas, como é o caso da parceria entre o Ciesp/Fiesp, Petrobras e o Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp).

Com o apoio técnico do Prominp e da Petrobras, o Ciesp promoveu no meio do ano uma série de 11 eventos regionais em suas unidades distribuídas pelo estado, com o objetivo de orientar os potenciais fornecedores da cadeia de P&G no processo de cadastramento na companhia, e também no Portal do Prominp.

“O trabalho que fizemos com o Prominp no estado de São Paulo foi visto pela Petrobras como uma operação de sucesso, que eles gostariam que se repetisse em outras regiões”, assinala Julio Diaz, diretor de Infraestrutura do Ciesp e da Fiesp. A convite da CNI, as entidades participam do fórum de debate que acompanhará o desenvolvimento do setor.

Ciesp-Prominp

A primeira fase da parceria apresentou resultados expressivos durante as apresentações na Capital e em várias regiões paulistas. Cerca de 1.400 empresários receberam as primeiras informações sobre as oportunidades que o setor deve oferecer nos próximos anos.

O acordo prevê ainda, nos próximos meses, um programa de treinamento de colaboradores para orientação aos associados sobre o cadastramento na Petrobras, que será realizado na sede do Ciesp em São Paulo.

Oportunidades

O novo plano de negócios da Petrobras, que projeta investimentos de US$ 224 bilhões neste e nos próximos quatro anos, leva em conta uma meta de produção de 3,9 milhões de barris de petróleo/dia em 2020. Segundo o presidente da companhia, José Sergio Gabrielli, este montante representará “um volume gigantesco de compras na cadeia de fornecedores”.

“O processo de novos investimentos deve se espraiar para os segmentos além dos fornecedores diretos, em vários níveis. Já temos mapeados, por exemplo, quais os tipos de parafuso serão necessários nos sistemas produtivos que vamos contratar nos próximos cinco anos”, adiantou Gabrielli, em entrevista coletiva na abertura da Santos Offshore, maior feira do setor no estado de São Paulo, na terça-feira (19).

Para atingir esse objetivo, segundo o dirigente, é necessária uma garantia de que as indústrias serão capazes de entregar os produtos contratados. Isso é feito com o cadastramento de fornecedores – que devem cumprir requisitos de qualidade e quantidade – e o treinamento de pessoal. A companhia identificou mais de 3 mil cursos e 700 ocupações que precisam ser treinadas para atender à demanda.

“Treinaremos, até 2014, 270 mil pessoas para atender a cadeia de fornecedores”, assegurou o presidente da Petrobras.

Segundo Gabrielli, as atuações do Prominp e seus parceiros têm influência direta nesses resultados.

“Montamos sistemas de financiamento que atingem vários elos da cadeia e promovemos parcerias que permitem articular as redes de fornecedores. Hoje temos vários centros estruturados em torno disso, que participam do processo identificando estrangulamentos e pontos críticos que precisam ser trabalhados”, afirmou.

Julio Diaz, do Ciesp, garante que a indústria brasileira tem capacidade de atender, de buscar melhorias na tecnologia ou ainda buscar novas tecnologias com parceiros internacionais, mas para isso é preciso, primeiro, ultrapassar a barreira da informação.

“O primeiro grande obstáculo é o conhecimento, ou seja, a conscientização da indústria de que se está abrindo um mercado importante e uma nova era de prosperidade para o Brasil. É esse processo de convencimento que o Ciesp e a Fiesp estão trabalhando junto aos industriais, na parceria com o Prominp”, reforça Diaz.

Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (CIESP)

www.ciesp.com.br | www.twitter.com/ciesp

Assessoria de Comunicação Corporativa

Jornalista Responsável: Ricardo Viveiros (MTb.18.141)

Jornalistas: Odair Souza (MTb. 20.211) – [email protected] – (11) 3549.3262

Mariana Ribeiro (MTb. 52.319) – [email protected] – (11) 3549.3253

Rubens Toledo (MTb. 13.776) – [email protected] – (11) 8231.3374

Assistente: Cecília Lombardi – [email protected] – (11) 3549.3201


Editora

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a petróleo & gás:

Acúmulo de gás foi causa de explosão no México

As autoridades mexicanas disseram que um acúmulo de gás levou à explosão na semana passada, que matou 37 pessoas na sede da Petróleos Mexicanos. Esta é a explica ...
Irã será exportador de gasolina no próximo ano, diz Qasemi

O Irã planeja se tornar uma das maiores nações exportadoras de gasolina dentro de meses, apesar das sanções contra o país, disse o ministro do Petróleo ...
Lucros da Exxon sobe nos EUA

A Exxon Mobil Corp, a maior empresa do mundo de energia em valor de mercado, disse que o lucro do quarto trimestre teve a maior alta dos últimos cinco anos ...
Características de matéria volátil

Matéria volátil é qualquer substância que tenha uma tendência para vaporizar dadas as condições adequadas. A volatilidade da substância é medida pela sua pressão de ...
Como é feito o armazenamento de GNL

Quando o GNL (Gás Natural Liquefeito) é recebido na maioria dos terminais, é transferido para os tanques de armazenamento isolados, que são construídos especificamente para segurar o GNL. Estes ...
Noções básicas sobre Gás Natural Liquefeito (GNL)

O Gás Natural Liquefeito, ou de GNL, é o gás natural em sua forma líquida. Quando o produto gasoso natural é resfriado a menos 259 graus Fahrenheit (ou -161 ...
Extração de óleo

Os trabalhadores da indústria de petróleo e gás, incluindo engenheiros e geólogos que encontrar petróleo bruto e gás natural, supervisores da obra que supervisionam ...

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google