Acacabou foi desenvolvido com o objetivo de oferecer melhor qualidade de vida aos seus usuários. Com ele, as fezes de animais de estimação não ficam expostas e nem causam danos à saúde.

É grande o número de empresas que aderiram ao conceito de construção de “prédios verdes”, como forma de ajudarem na conscientização ambiental nos últimos anos no Brasil. Além de proporcionarem uma redução de custos nas próprias corporações, essas práticas refletem esperança de dias melhores.

Estudos comprovam, por exemplo, que a reciclagem de água (reutilizada em banheiros e nos jardins das companhias) representaria uma economia de 70% de energia e 60% em água. Outro motivo que impulsionou essa mudança foram os fenômenos provocados pelo aquecimento global, que acabaram alertando a humanidade de que algo muito grave está acontecendo com o mundo.

Por tudo isso, nasceu o conceito dos “prédios verdes”, construções planejadas capazes de promover essa economia, além de garantir que os materiais usados nas obras sejam todos provenientes de áreas de extração ou de fabricação certificadas e que não agridam o meio ambiente.

No Brasil, cada vez mais, empresários atentos a essa questão colocam no mercado, produtos e soluções com esse cunho ecológico. Um exemplo é a Wesco – empresa paulista especializada em produtos de higiene, qualidade de vida e bem-estar – que já comercializa o Acacabou, produto 100% voltado à responsabilidade social e à questão do meio ambiente, uma vez que é feito de material oxi-biodegradável que, quando descartado, se decompõe em apenas seis meses sem deixar resíduos nocivos ao meio ambiente.

“Temos um excelente retorno com o Acacabou, que atualmente já está instalado nas saídas de serviço dos condomínios e praças, para o recolhimento das fezes dos animais de estimação sem deixar resíduos nocivos à saúde da população”, diz Wesley Garcia Gomes, diretor comercial da Wesco.

O executivo acredita que devido a essa iniciativa, bem como as de outras empresas preocupadas com a temática, pode-se acreditar que dias melhores virão.

Impacto no meio ambiente

É importante dizer que, ao mesmo tempo em que os prédios verdes começaram a ganhar a simpatia de toda sociedade, um dilema ganhou força. O que fazer com os prédios comerciais e residenciais já construídos e que não tinham nem um apelo de sustentabilidade? Para responder essa questão que se estudou uma forma de incluir pelo menos alguns meios que reduzam o consumo nesses locais e seu impacto no meio ambiente.

Como uma bola de neve, as mudanças simples e que tornaram os prédios antigos em prédios verdes mais eficientes e menos poluentes, começaram a ser adotadas também aqui entre nós. Essas transformações englobam desde pequenas medidas, como a instalação de sensores de presença nas escadas, corredores e áreas comuns, reduzindo os gastos com energia elétrica, até a reciclagem de água ou a captação de chuvas para utilização em jardins e na lavagem das áreas comuns, o que reforça significativamente a capacidade dos edifícios de interagirem melhor com o meio ambiente.

Sobre a Wesco

Fundada em agosto de 2003, a Wesco tem como objetivo agregar ao mercado de higiene sistemas inéditos e inovadores. As soluções da empresa agregam valor às seus clientes, pois estas sempre terão diferenciais de impacto positivo para agradar, cultivar e fidelizar seus clientes e colaboradores.

A Wesco é a empresa responsável por implantar um novo conceito de higiene no mercado, que foi o dispenser de fio dental para sanitários de estabelecimentos comerciais e empresas. Com isso, a empresa oferece o que há de melhor em sistemas de higiene, sempre pronta a atender seus clientes por meio de sua equipe, com a confiança que só a Wesco pode proporcionar.

Para mais informações sobre a Wesco, acesse o site www.wesco.com.br.

Informações para a Imprensa:

Fonte: Castillo Navarro Comunicação & Consultoria


Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente