EBXRio de Janeiro, 22 de dezembro de 2010 - O aumento crescente do consumo de energia elétrica no Brasil é um dos fatores que fazem o Grupo EBX, por meio da MPX, investir em sistemas integrados, com a exploração e logística do de combustíveis (carvão e gás), geração e comercialização de energia. Já são três usinas termelétricas a carvão mineral, duas que estão sendo construídas nas proximidades do Porto do Pecém, no Ceará e uma terceira no Distrito Industrial do Porto do Itaqui, no Maranhão.

Juntas terão capacidade de gerar até 1.440 MW. Os projetos Energia Pecém, MPX Pecém II e MPX Itaqui estão detalhados e atualizados no www.descubraebx.com.br e no www.youtube.com/grupoebx. Juntas, somam mais de R$ 4,2 bilhões em investimentos e são consideradas termelétricas de última geração e atenderão também o sistema integrado nacional. Outra preocupação do grupo é o meio ambiente: 30% do investimento total da Energia Pecém, MPX Pecém II e MPX Itaqui serão aplicados em sistemas de controle da qualidade das emissões atmosféricas, incluindo filtros, queimadores e caldeiras de última geração.

As três usinas utilizarão a tecnologia da queima limpa de carvão ou Clean Coal Technology (CCT), que permite gerar energia reduzindo os níveis de emissão em até 95%, em conformidade com os mais rigorosos padrões ambientais e de eficiência. Para os interessados em conhecer os estágios atuais e as perspectivas do empreendimento basta acessar um vídeo pelo brand channel, com imagens atuais e a simulação do funcionamento das termoelétricas. Outra fonte de comunicação que a companhia disponibilizou é o site www.eikebatista.com.br, que apresenta artigos sobre o setor de energia elétrica, realizações e a história do empresário.


www.descubraebx.com.br
www.youtube.com/grupoebx
www.eikebatista.com.br

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia