Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Indústria paulista cria 114 mil empregos em 2010

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


Apesar das perdas sazonais de novembro e dezembro, setor de transformação encerrou o ano com melhor desempenho desde 2006

A indústria paulista de transformação terminou o ano de 2010 com 114 mil vagas a mais (4,74%) em relação ao ano anterior. O número ficou dentro do esperado pelo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp/Ciesp, que divulgou nesta quinta-feira (13) os dados consolidados.

O desempenho de 2010 superou o número de empregos criados pela indústria em 2007 (4,56%), até então o melhor ano da série histórica da pesquisa, desde 2006.

Em dezembro, a indústria eliminou 60.500 postos de trabalho (-2,34%) no estado de São Paulo, menos do que é esperado para o período – por esse motivo, a variação com ajuste sazonal subiu 0,94% no mês. Parte das demissões (mais de 24 mil) ocorreu em função da entressafra no setor de açúcar e álcool, e o restante nos demais setores da indústria.

"A perda ocorrida em dezembro foi menor do que imaginávamos. Talvez isso esteja relacionado com o bom desempenho da produção no fim do ano, que pode ter motivado a rápida reposição de estoques", projetou Paulo Francini, diretor de Economia da Fiesp/Ciesp.

As entidades divulgam o resultado anual do Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria paulista no dia 27 de janeiro. Segundo Francini, o crescimento deverá superar a marca de 10% sobre 2009.

Previsões

Com a base de comparação mais forte pelo bom desempenho do ano passado, 2011 terá um desafio pela frente. A previsão para o emprego em São Paulo é de alta de 3,4% (cerca de 85 mil postos de trabalho), compatível com um crescimento entre 4,5% a 5% para o INA.

O número de vagas, no entanto, só deverá retornar aos níveis anteriores à crise econômica de 2008 no começo de 2012, o que anteriormente era previsto para o primeiro trimestre deste ano.

Segundo Francini, o adiamento se deve a dois fatores. Um deles é que a indústria, em tempos de crise, acaba se adaptando a "fazer mais com menos" e ganha em produtividade, ou seja, pode retomar bons níveis de produção com menos trabalhadores. O outro é a forte presença dos importados no mercado brasileiro em razão do real sobrevalorizado.

"A questão das importações ainda está em curso e será determinante para a performance da indústria no ano. Se a trajetória for a de uma moeda mais competitiva, teremos um melhor desempenho da produção doméstica", resumiu Francini.

A Fiesp e o Ciesp esperam alta de 4,6% para o PIB em 2011 – 4,7% para a indústria de transformação e 6,6% no caso da construção civil.

Setores e regiões

No último mês do ano, 17 setores analisados pela pesquisa tiveram comportamento negativo na geração de emprego. Produtos alimentícios concentrou as baixas do mês, com fechamento de 11,3% das vagas de trabalho, principalmente pelo açúcar. Na sequência, vieram couro, artigos de viagem e calçados (-5,4%) e fabricação de coque, petróleo e biocombustíveis (-3,8%).

Apenas dois segmentos tiveram desempenho positivo em dezembro. Foram eles: máquinas e equipamentos (0,4%) e produtos de minerais não metálicos (0,1%).

Já na classificação anual, a maioria das atividades fechou o período com variação positiva. No topo da lista, equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (11,5%), metalurgia (10,2%) e móveis (9,3%). Apenas produtos alimentícios (-0,9%) e couro, artigos de viagem e calçados (-1,2%) encerraram 2010 no vermelho com relação ao emprego.

Quanto ao comportamento das Diretorias Regionais do Ciesp, também a maioria (31) computou baixa no quadro de funcionários em dezembro, entre elas, Jaú (-12,58%), Sertãozinho (-10,70%) e Araçatuba (-8,52%). Quatro ficaram estáveis e apenas uma, Limeira, registrou aumento de 0,27% nas vagas.

No ano, das 36 regiões que compõem a pesquisa, 27 fecharam em alta. Destaque para Piracicaba (13%), Franca (10,6%) e Taubaté (9,4%). Nas últimas posições do ranking, aparecem Presidente Prudente (-3,2%), Santos (-3,1%) e Matão (-2%).

Agência Indusnet Fiesp

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google