Os equipamentos da Atlas Copco Construction Tools, uma divisão da área de negócios Construction and Mining Technique da Atlas Copco, estão contribuindo nas obras de readequação dos estádios que atenderão à Copa do Mundo, em 2014, e promovendo uma demolição sustentável para reaproveitamento de diversos entulhos.

Desde agosto desse ano, a demolição do antigo estádio da Fonte Nova, em Salvador (BA), uma das cidades-sede da Copa de 2014, conta com a tecnologia dos pulverizadores BP 2900, DP 2800 e DP 2000, da Atlas Copco. Os equipamentos aliam características multifuncionais, com força combinada do mecanismo rotativo hidráulico, boca em linha reta e lâmina de corte semelhante à de uma pinça de demolição. Tais características, aliadas ao giro de 360 graus, tornam os equipamentos ideais para operações que buscam demolição sustentável.

Prova disso, é que os pulverizadores aplicados no estádio da Fonte Nova, além de executarem as atividades de demolição primária e secundária, também separam completamente as barras de ferro fixadas na estrutura original do estádio. “O concreto é destinado à britagem e o ferro vai diretamente para a reciclagem”, diz José Virgilio Mazza Batista, engenheiro de produção da Arcoenge, empresa responsável pela parte de demolição nas obras de reforma do estádio baiano.

Segundo o especialista da Arcoenge, a operação desses equipamentos tornou-se essencial para o planejamento sustentável do empreendimento, que utilizará o concreto britado como base de pavimento e também para outras obras da prefeitura soteropolitana. Juntos, os três pulverizadores utilizados pela Arcoenge na demolição do estádio da Fonte Nova movimentam cerca de 150 m³ de concreto diariamente e “sem fazer barulho”, como destaca Batista, da Arcoenge. “O ruído gerado durante a trituração de material fica imperceptível diante ao rugido do motor da escavadeira de 38 toneladas, sobre a qual o pulverizador é equipado”, afirma.

Rompedores hidráulicos no Mineirão

Já no estádio do Mineirão, que sediará jogos da Copa de 2014 em representação do Estado de Minas Gerais, o destaque ficou por conta dos rompedores hidráulicos de capacidades e tamanhos variados da Atlas Copco.

De acordo com a Detronic, empresa vencedora do segundo e maior lote de obras de reforma do estádio, a produtividade dos equipamentos de demolição está permitindo encurtar o prazo de finalização da obra, de 150 para 120 dias. “O lote sob a nossa responsabilidade inclui também o rebaixamento do gramado em 3,40 metros, um trabalho de terraplenagem que demanda a retirada de 70 mil m³ de terra, além da demolição de toda a área da Geral, onde instalaremos bancos de arquibancada, dos placares eletrônicos e salas internas do estádio”, diz Ayres de Azevedo Barreto, diretor da Detronic.

Segundo o especialista, a primeira ação foi abrir acessos para a entrada dos equipamentos de grande porte. “Para isso, utilizamos os rompedores hidráulicos SB 152, de 150 kg, acoplados à miniescavadeiras de 4,8 toneladas”, diz ele, salientando que somente equipamentos de porte reduzido como os descritos poderiam ter acesso ao espaço limitado no qual se encontrava essa primeira etapa da obra.

Após viabilizar o acesso para equipamentos maiores, a demolição da arquibancada foi realizada por meio de rompedores de grande porte, de 450, 1700 e 3,1 mil kg. “Esses implementos foram instalados em máquinas portadoras de até 50 toneladas, que demoliram cerca de 2.500 m³ de concreto”, destaca Barreto.

De acordo com o executivo da Detronic, a opção por rompedores hidráulicos levou em consideração a versatilidade desses implementos, uma vez que eles podem ser acoplados a máquinas portadoras de tamanhos variados.

Sobre a Atlas Copco
A Atlas Copco é um grupo industrial que lidera o mercado mundial de compressores, equipamentos de construção e mineração, ferramentas elétricas e sistemas de montagem. Fundado em 1873 e com faturamento de 6 bilhões de Euros em 2009, o Grupo fornece soluções sustentáveis para aumentar a produtividade dos clientes por meio de produtos e serviços inovadores. Com instalações nacionais e sede estabelecida em Estocolmo, Suécia, a Atlas Copco tem um alcance global que abrange mais de 170 países.

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos