O grupo francês Alstom anunciou nesta quarta-feira a assinatura de um contrato de cerca de 500 milhões de euros (US$ 685 milhões) para fornecer equipamentos para a hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA). O contrato foi assinado com o consórcio Norte Energia, responsável pela usina, segundo comunicado à imprensa. A usina de Belo Monte será a terceira maior hidrelétrica do mundo com capacidade de 11.230 megawatts (MW).

A Alsom vai liderar um consórcio que inclui a alemã Voith e a austríaca Andritz para fornecer 14 conjuntos de turbinas-geradoras de 611 MW, entre outros equipamentos. O Ibama concedeu em 26 de janeiro a licença de instalação da usina de Belo Monte, abrindo caminho para que seja erguido o canteiro de obras da hidrelétrica. A previsão é que a primeira unidade geradora da usina entre em operação comercial em fevereiro de 2015. Os investimentos previstos são da ordem de R$ 19 bilhões.

O consórcio Norte Energia ofereceu em leilão realizado em abril do ano passado uma tarifa de R$ 78 o megawatt/hora para a usina de Belo Monte, ante um preço máximo definido pelo governo de R$ 83. Vencia quem oferecesse o menor valor.

A participação estatal no consórcio é detida pela holding Eletrobras e por suas subsidiárias Chesf e Eletronorte. Outros acionistas com participação relevante são Petros, Bozano Participações e Gaia Participações.

Autor(es): Redação Portal Terra

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia