Com mangueira de 5 metros e bomba de sucção, detectores de gases tóxicos e inflamáveis são imprescindíveis para garantir a segurança do profissional em locais como galerias, túneis subterrâneos e minas de carvão.

Para reforçar a segurança de profissionais que trabalham em espaços confinados, a Instrutherm empresa especializada em instrumentos de medição, há 26 anos no mercado – apresenta uma linha de aparelhos que podem evitar acidentes com gases tóxicos ou inflamáveis, com dois modelos: o explosímetro EXP-200 e o detector de quatro gases, modelo DG-500.

Especialmente direcionado a locais como galerias, túneis, tanques de armazenamento, tubulações, minas de carvão, entre outros, o explosímetro EXP-200 identifica gases da cadeia dos hidrocarbonetos, comuns em áreas subterrâneas, e vem com um kit especial contendo uma mangueira de cinco metros e uma bomba de amostragem.

Já o modelo DG-500 detecta até quatro tipos de gases: oxigênio, metano, sulfídrico e monóxido de carbono. Além disso, pode ser usado para proteção antes de entrar no local ou para monitorar o ambiente durante o trabalho.

Os dois instrumentos vêm com alarme sonoro, vibratório e visual, além de função data logger, que registra cada disparo de alarme, com data e horário, e saída RS-232, que possibilita descarregar as informações posteriormente em um computador.

Pelo valor médio de R$4.100, a linha de segurança para locais confinados está disponível na loja virtual www.instrutherm.com.br. Mais informações através do telefone (11) 2144-2800.

Instalada em São Paulo, a Instrutherm atua em todo o mercado nacional e possui atendimento diferenciado, com departamentos que testam cada item antes de sua comercialização, assistência técnica multimarcas, além de calibração de instrumentos com certificado rastreável RBC/Inmetro.

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Controle & Instrumentação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Controle & Instrumentação