Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Por um carnaval mais seguro nas estradas

Mais notícias relacionadas a segurança do trabalho:

Conceito de segurança intrínseca
Equipamento deve ser incapaz de liberar energia perto de materiais perigosos.


O que é um coletor de pó
Equipamento é fundamental para proteger trabalhadores dos efeitos nocivos da poeira eliminada com o trabalho ...


Princípios de segurança industrial
Apesar da pressão imposta pela demanda ou por gerentes e diretores, regulamentos de segurança nunca ...


Além do consumo excessivo de álcool e drogas, fadiga e sonolência também podem comprometer a segurança no trânsito. Confira as recomendações para um carnaval seguro

Dados da Polícia Rodoviária Federal revelam que o número de mortes e acidentes nas estradas federais do Brasil, durante o carnaval de 2010, foi 13% maior do que o registrado no mesmo período de 2009. Segundo o órgão, aconteceram 3.233 acidentes e 143 mortes nas estradas federais do país.

Durante o carnaval, o consumo de bebidas alcoólicas e drogas aumenta consideravelmente, o que, além do aumento do tráfego nesta época do ano, é um dos grandes responsáveis por esse triste balanço.

De acordo com o gerente de consultoria do Centro de Prevenção de Acidentes (CEPA), Dennys Riper, o uso de álcool e drogas, além do cansaço e da fadiga (ler mais abaixo) estão entre os principais fatores adversos dos condutores foliões.

“A idéia que se faz do álcool como produto estimulante é um mito. A sensação estimulante provocada nada mais é do que a diminuição da inibição. A ação depressiva do álcool no cérebro e no sistema nervoso central reduz a capacidade mental e física, diminuindo a habilidade para a realização de tarefas complexas, como conduzir um veículo”, explica Dennys.

Segundo o gerente, os efeitos do álcool no organismo são: diminuição da coordenação motora; visão distorcida, dupla ou desfocada; raciocínio e reações lentas; falta de concentração; e baixa qualidade de julgamento.

O uso de drogas, por sua vez, além de diminuir a concentração, afeta a coordenação motora, muda o comportamento e diminui o desempenho, limitando a percepção de situações de perigo e reduzindo a capacidade de ação e reação. “Dirigir é uma tarefa que exige habilidade e prudência, todavia, estes requisitos são facilmente anulados após a ingestão de bebidas alcoólicas ou uso de drogas”, acrescenta Dennys.

Fadiga e sonolência

A fadiga é a resposta natural do organismo a um esforço físico e/ou mental intenso. É comum associar fadiga a dormir ao volante. Contudo, a fadiga limita as capacidades necessárias à prática da direção segura muito antes de gerar o risco de adormecer ao volante.

“Sonolência e direção são parceiros em inúmeros acidentes de trânsito. Podemos destacar como elementos causadores de sonolência, além da ingestão de medicamentos, horas prolongadas de trabalho ou viagem, refeições pesadas durante as viagens e, principalmente, as noites mal dormidas nos excessos físicos do carnaval”, explica Dennys.

Muita gente não reconhece ou valoriza os sinais de sonolência e com isso continua a dirigir, aumentando progressivamente sua exposição ao risco de se envolver em acidentes de trânsito.

São sinais de sonolência: pálpebras pesadas; cabeça caindo; sonhar acordado; necessidade constante de esfregar os olhos e piscar; sair da faixa de trânsito; irritabilidade; bocejos constantes; visão embaçada; e dificuldade para focalizar imagens.

Dirigir preventivamente, de forma a evitar acidentes de trânsito, abrange uma combinação de antecipação, identificação, decisão e ação.

Medidas preventivas recomendadas pelo CEPA neste carnaval

-Dormir de 6 a 8 horas regularmente;

-Não dirigir por longos trechos sem estar devidamente descansado (a);

-Descansar de 10 a 15 minutos a cada duas horas ou 150 quilômetros percorridos;

-Manter uma alimentação balanceada;

-Não consumir bebidas alcoólicas ou drogas antes de dirigir;

-Facilitar a renovação de ar no interior do veículo;

-Não superestimar sua capacidade de resistir ao cansaço;

-Ao se sentir cansado, ou sonolento, parar o veículo em um local seguro e descansar.

Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a segurança do trabalho:

Segurança na operação de guindastes

Guindastes são equipamentos de diferentes tamanhos e formatos usados para levantar cargas pesadas em diversos locais de trabalho. Essas máquinas são eficientes, rentáveis e bastante seguras ...
Foxconn admite trabalho infantil em suas fábricas

A fabricante de eletrônicos Foxconn, responsável pela montagem eletroeletrônicos para Sony, Apple e Dell, admitiu que contratou trabalhadores menores de idade em uma fábrica na China ...
Usabilidade e ergonomia

Em ergonomia, o conceito de usabilidade envolve fatores humanos e se concentra em fazer as coisas utilizáveis da melhor maneira possível. Isso pode abranger fazer as coisas acess ...
Pesquisa revela falta de confiança no monitoramento de gás

Um levantamento feito no setor industrial no Reino Unido apontou uma série de preocupações em relação aos sistemas de detecção de corrente de gás. A ...
Saiba mais sobre a norma ISO 14644

A Organização Internacional para Padronização (International Standard Organization ou ISO) desenvolve padrões que ajudam os países a atingir objetivos comuns relacionados a segurança, meio ambiente ...
Luvas de látex preto para proteção

Luvas de látex preto são modelos de luvas de proteção que foram corados com um corante negro, de modo que fiquem com coloração preto profundo, em ...
Luvas de PVC ajudam na segurança dos trabalhadores

Cloreto de polivinilo, mais conhecido como PVC, é um termoplástico polímero que é utilizado para revestir o exterior das luvas de segurança, a fim de proporcionar proteção contra ...

Segurança do Trabalho
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Segurança do Trabalho


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google