Tecnologia inédita usada para a construção da primeira casa do Brasil feita de entulhos e máquina para acabamento de parede, que atinge diretamente a falta de mão de obra do setor, foram os grandes destaques do Grupo, que elevou em 305% o percentual de vendas deste ano em relação à edição passada do evento.

Lançados durante a Feicon, o mix de produtos composto por tecnologia inédita usada para a construção da primeira casa do Brasil feita com entulhos de obras e máquina para acabamento de parede foram os grandes atrativos para o público. Além de representar uma economia de 40% no custo total de uma residência com 52m², construída com tijolos feitos com 24 toneladas de entulhos de obras, o projeto criado pela Baram contribui para acabar com o desperdício dos principais componentes usados em um canteiro de obras, como energia, água, areia e cimento, sem que para isso seja necessário abrir mão da qualidade.

Testes feitos nos principais laboratórios do país revelaram que tanto os tijolos feitos com resíduos da construção e demolição quanto a argamassa ecológica, resultante de agregados minerais e que substitui o cimento, apresentam uma resistência três vezes superior aos tradicionais blocos de argila e argamassa usada hoje pela indústria da construção.

Outra novidade que despertou a atenção foi a apresentação da primeira máquina para acabamento de parede que atinge diretamente a falta de mão de obra enfrentada pelo setor. “Estamos estudando a possibilidade de realizar exposições itinerantes do produto em todas as regiões do país, onde convidaremos um grupo de construtoras, órgãos públicos e empreendedores da iniciativa privada para conhecer o funcionamento do nosso produto”, destacou Josely Rosa.

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Construção Civil
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Construção Civil