A construtora e incorporadora MRV Engenharia apresentou na manhã desta quinta-feira lucro líquido de R$ 152,1 milhões para o último trimestre do ano passado, aumento de 24,9% sobre o ganho obtido no mesmo intervalo de 2009. Na comparação com os três meses imediatamente anteriores, contudo, o lucro da empresa recuou 29,6%.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da companhia totalizou R$ 187,5 milhões nos três meses até dezembro, alta anual de 20,4%. A margem, por sua vez, caiu de 29,1% para 21,6%.

No acumulado de 2010, o lucro líquido da MRV atingiu R$ 634,5 milhões, expansão de 82,7% em relação ao apurado no ano anterior.

Já a geração de caixa operacional, medida pelo Ebitda, foi de R$ 795,9 milhões nos 12 meses do último ano, 81,1% maior ante 2009. A margem ficou em 26,3%.

A companhia já havia reportado em janeiro vendas contratadas de R$ 1,15 bilhão no último trimestre de 2010, alta de 53% sobre igual intervalo de 2009.

Em todo o ano passado, as vendas da MRV cresceram 33%, para R$ 3,75 bilhões, ficando ligeiramente acima do ponto mais baixo da meta traçada para 2010, que era de R$ 3,7 bilhões a R$ 4,3 bilhões.

A velocidade de vendas, medida pela relação de venda sobre oferta, ficou em 32% no quarto trimestre.

Já os lançamentos da MRV totalizaram R$ 1,85 bilhão nos três meses até dezembro, alta de 75,9% sobre o mesmo período em 2009. No fechado de 2010, a empresa lançou R$ 4,60 bilhões, aumento de 78% ano a ano.

A companhia contabilizou receita líquida de R$ 866,2 milhões no quarto trimestre do ano passado e de R$ 3,02 bilhões no fechado de 2010, crescimento anual de 61,7% e 83,4%, respectivamente.

A MRV reiterou nesta quinta-feira as projeções para 2011 de vendas contratadas entre R$ 4,3 bilhões e R$ 4,7 bilhões, e margem Ebtida de 25% a 28%.

Autor(es): Redação Portal Terra

facebook      twitter      google+

Construção Civil
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Construção Civil