Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Falta de mão de obra prejudica 69% das indústrias brasileiras

Levantamento da CNI aponta que área da produção é a principal afetada pela escassez de trabalhadores qualificados.

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


A falta de mão de obra qualificada prejudica 69% das indústrias de transformação e extrativa do País. Os dados constam na Sondagem Especial da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta quarta-feira. Em 2007, quando um estudo prévio foi realizado, 56% das empresas do setor haviam apontado problemas com a qualificação da mão de obra.

Para Renato da Fonseca, gerente-executivo da Unidade de Pesquisa da CNI, a maior percepção com relação ao problema da mão de obra está associada ao crescimento da economia nos últimos anos. “O crescimento econômico agrava o problema da mão de obra qualificada, porque você precisa produzir mais, com maior qualidade, para ter produtividade e competir com os importados e em mercados estrangeiros.”

O estudo entrevistou executivos de 1.616 empresas de pequeno, médio e grande porte, entre os dias 3 e 26 de janeiro. Uma das principais conclusões do levantamento é que a falta de mão de obra impacta toda a indústria brasileira. O problema afeta com maior intensidade as companhias de pequeno e médio porte (70% do total), segundo a CNI. Nas grandes indústrias, a dificuldade com mão de obra atinge 63% das companhias.

A área de produção é a principal afetada pela escassez de mão de obra qualificada. A maior necessidade está nos cargos de operador de produção (94%), técnicos de produção (82%) e engenheiros de produção (61%). Mas a falta de trabalhador qualificado também é vista nas mais diversas áreas e categorias, segundo a CNI. Para 62% das indústrias, há dificuldades com trabalhadores qualificados para cargos gerenciais. As áreas administrativas (62%), vendas e marketing (71%) e administrativa (66%) também sofrem com a falta de qualificação de mão de obra.

Educação

Renato da Fonseca pontua que a educação básica é o principal entrave para a qualificação dos trabalhadores da indústria. “Foi o tempo em que o trabalhador simplesmente apertava um parafuso. Hoje, em qualquer área tem tecnologia inserida. Isso demanda um conhecimento de lógica, de interpretação e matemática bastante avançado.”

Segundo a sondagem da CNI, 84% das empresas disseram ter dificuldades para capacitar os funcionários. “No longo prazo, se não tivermos um investimento em educação vamos enfrentar problemas de produção.”

Para 52% das indústrias ouvidas, a má qualidade da educação básica é a principal barreira para qualificar os trabalhadores. Outros 38% disseram que perder o trabalhador para o mercado, depois do período da qualificação, é um impedimento. O pouco interesse dos trabalhadores foi citado como dificuldade para 35% das empresas.

Como alternativa para compensar a falta de qualificação, 78% das companhias ouvidas pela CNI disseram ter capacitação na própria empresa para os funcionários. Outras 40% disseram ter uma política de retenção do trabalhador e 33% utilizam capacitação fora da empresa.

Em quatro dos 26 setores pesquisados, as empresas disseram não ter mecanismos para compensar a falta de mão-de-obra. São eles: farmacêuticos, indústrias diversas (ambos com 17%), bebidas (20%) e calçados (21%).

“No Brasil, há uma demanda por profissionais qualificados. Começa-se a mudar uma estrutura de ensino, mas isso demanda tempo e um custo maior para capacitar”, disse Renato da Fonseca.

Setores

A indústria extrativa apresenta falta de trabalhador qualificado em 74% das empresas. O levantamento da CNI mostrou, ainda, que dos 26 setores da indústria de transformação considerado, 25 enfrentam dificuldades em encontrar trabalhadores qualificados.

De acordo com a CNI, o setor de vestuário é o principal afetado pela escassez de mão-de-obra qualificada. Para 84% das companhias do setor consultadas pela confederação, há dificuldades em encontrar trabalhadores qualificados para os postos. Em seguida, aparece o setor de outros equipamentos de transporte (83%). Os setores de limpeza e perfumaria (82%) e móveis (80%) também apresentarão alto índice de dificuldade.



Portal IG

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google