Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Petrobras nega riscos de vazamento na costa da Nova Zelândia

Mais notícias relacionadas a petróleo & gás:

O que faz um corretor de petróleo
Assim como outros negociadores de títulos, um corretor de petróleo é pago por comissão


O que é um dessalinizador
Processo de dessanilização é geralmente a primeira etapa da cadeia do petróleo.


Total quer obter licença de exploração de gás e petróleo na Tanzânia
A Tanzânia planeja criar um fundo soberano que vai usar a crescente receita de óleo ...


A Petrobras esclareceu, em nota divulgada ontem (5), que a atividade de levantamento sísmico na Nova Zelândia não envolve a perfuração de poços e não há assim riscos de vazamento. A nota foi divulgada em resposta aos protestos do Greenpeace contra a atividade da companhia no mar da Nova Zelândia. A empresa brasileira explica que, neste momento, está fazendo levantamento sísmico e geológico para avaliar o potencial de reserva de gás e petróleo na Bacia de Raukumara, na costa leste da Ilha do Norte.

De acordo com a Petrobras, “o estudo sísmico é uma operação segura e simples, que consiste no levantamento de informações geológicas por meio da captação de sinais sonoros. Esse trabalho de pesquisa está em conformidade com todos os princípios de segurança, meio ambiente e saúde, atende à legislação internacional e às leis da Nova Zelândia”.

Ainda conforme a nota, a empresa “está comprometida em desenvolver ações de forma segura e integrada, valorizando as diversidades humanas e culturais e promovendo a cidadania e o respeito pelos direitos humanos em todos os países onde atua”.

O trabalho de levantamento foi licitado pelo governo neozelandês em janeiro do ano passado, quando a Petrobras adquiriu os direitos de um bloco da Bacia de Raukumara. Após o levantamento sísmico, a empresa avaliará se continua com o projeto e realiza pesquisa mais elaborada (estudos sísmicos em 3D) ou se declina da concessão para explorar a área.

Uma frota de cerca de 20 barcos protesta há mais de uma semana no Nordeste da costa da Nova Zelândia contra os trabalhos da Petrobras. Os ativistas e também aborígenes da região alertam para potenciais perigos de vazamentos e contaminação ambiental.

Agência Brasil

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a petróleo & gás:

Acúmulo de gás foi causa de explosão no México

As autoridades mexicanas disseram que um acúmulo de gás levou à explosão na semana passada, que matou 37 pessoas na sede da Petróleos Mexicanos. Esta é a explica ...
Irã será exportador de gasolina no próximo ano, diz Qasemi

O Irã planeja se tornar uma das maiores nações exportadoras de gasolina dentro de meses, apesar das sanções contra o país, disse o ministro do Petróleo ...
Lucros da Exxon sobe nos EUA

A Exxon Mobil Corp, a maior empresa do mundo de energia em valor de mercado, disse que o lucro do quarto trimestre teve a maior alta dos últimos cinco anos ...
Características de matéria volátil

Matéria volátil é qualquer substância que tenha uma tendência para vaporizar dadas as condições adequadas. A volatilidade da substância é medida pela sua pressão de ...
Como é feito o armazenamento de GNL

Quando o GNL (Gás Natural Liquefeito) é recebido na maioria dos terminais, é transferido para os tanques de armazenamento isolados, que são construídos especificamente para segurar o GNL. Estes ...
Noções básicas sobre Gás Natural Liquefeito (GNL)

O Gás Natural Liquefeito, ou de GNL, é o gás natural em sua forma líquida. Quando o produto gasoso natural é resfriado a menos 259 graus Fahrenheit (ou -161 ...
Extração de óleo

Os trabalhadores da indústria de petróleo e gás, incluindo engenheiros e geólogos que encontrar petróleo bruto e gás natural, supervisores da obra que supervisionam ...

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google