Como os fundos nacionais podem alcançar as expectativas dos investidores estrangeiros? O que os investidores internacionais procuram no Brasil? E quais os setores mais atrativos aos olhos do investidor estrangeiro? Estes foram os questionamentos da Sessão Plenária 6: Captação internacional – Os Potenciais Desafios para os Investidores Estrangeiros do Congresso ABVCAP 2011, na tarde do dia 11 de abril de 2011.

Participaram do painel: Maureen Dawney, Principal da Pantheon; Robert Sturgeon, Portfolio Manager da Export Development Canada; Ralph Keitel, Principal Investment Officer da IFC Private Equity and Investments Funds; Edson Furuiti, Senior Investment Manager da DEG. O moderador da sessão foi Mounir Guen, CEO da MVision Private Equity Advisors.

“Acreditamos bastante no midlle market”, disse Ralph Keitel complementando a afirmação de Mounir Guen de que há um forte desempenho desse mercado, mas não há players suficientes.

Segundo Robert Sturgeon, o Brasil é um grande mercado para o Canadá e é uma prioridade em termos de negócio. “Do ponto de vista de Private Equity achamos que há enormes oportunidades no setor de petróleo e gás”, exemplificou. Edson Furuiti destacou o crescimento do Mercado de Private Equity no Brasil e “não vejo mudanças nesse mercado para os próximos anos”, declarou.

O moderador do painel, Mounir Guen, salientou a mudança no perfil dos investidores e disse que é preciso checar o DNA da pessoa a quem se confia o investimento. Para Maureen Dawney ao se avaliar o retorno do investimento com base no risco deve-se observar a região que se está avaliando, bem como o ambiente político, regulatório e a questão do câmbio também.

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Feiras & Eventos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Feiras & Eventos