Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Nova diretoria da ABM toma posse nesta quarta-feira, 27

A cerimônia tem início às 17h30, na sede da entidade, à Rua Antonio Comparato, 218, Campo Belo, São Paulo.

Mais notícias relacionadas a mineração:

Rio Tinto considera suspensão na maior mina de cobre na Mongólia
Em plena capacidade, a mina será responsável por quase um terço da produção econômica da ...


O que foi o desastre da mina Sago
Poucas horas depois do desastre, a pequena comunidade em Virgínia do Oeste foi inundada pela ...


Onde estão os maiores depósitos de ouro
Cientistas teorizaram que rios, fontes termais e outras fontes de água são responsáveis por grandes ...


Nelson Guedes de Alcântara, professor doutor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e Alfredo Huallem, vice-presidente Executivo Comercial da Gerdau, assumem, nesta quarta-feira, 27, o comando da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração – ABM.

Os engenheiros foram eleitos respectivamente como presidente e vice-presidente para o biênio abril 2011 a abril 2013, com 99% dos votos válidos, em eleição ocorrida entre os dias 12 e 15 de abril.

Nelson Guedes substituirá o engenheiro Karlheinz Pohlmann, que agora assume o cargo de presidente do Conselho da Associação. O engenheiro Hideyuki Hariki, assessor da vice-presidência de Negócios da Usiminas, mantém-se no cargo de diretor de Patrimônio, que ocupa desde 2002.

O novo presidente eleito da ABM, que é diretor executivo do Centro de Caracterização e Desenvolvimento de Materiais da Universidade Federal de São Carlos (CCDM/UFSCar), diz que pretende desenvolver atividades interdisciplinares, com foco em resultados do ponto de vista humano, econômico e sócio-ambiental.

“Com uma visão holística e interativa, vamos buscar novas oportunidades que promovam a excelência no desenvolvimento das atividades de formação de recursos humanos, criação do conhecimento, prestação de serviços e produção industrial dos setores minerometalúrgico e de materiais”, promete o presidente eleito. Para isso, complementa, manterá uma estrutura flexível, ágil, relevante e pró-ativa em relação às constantes mudanças de mercado.

Com 67 anos de existência, a ABM tem abrangência nacional, possuindo 17 sedes em regiões estratégicas para os segmentos de siderurgia, metais não-ferrosos (alumínio, zinco, cobre etc) e mineração.

Para o diretor-executivo da Associação, Horacídio Leal Barbosa Filho, o novo presidente está plenamente alinhado com a missão da entidade de desenvolver ações coletivas que promovam a evolução técnico-científica e a inovação nas áreas de metalurgia, materiais e mineração.

“Nelson Guedes conhece profundamente o setor e a ABM e, por estar na diretoria há quatro gestões, é responsável pelo desenvolvimento apresentado pela entidade nos últimos anos. É engenheiro de materiais e professor desenvolvimentista voltado para a área de inovação, tema que vai ao encontro dos objetivos da ABM”, ressalta Leal. “Quanto ao vice-presidente eleito, Alfredo Huallem, temos certeza que ele emprestará a experiência profissional de sucesso do Grupo Gerdau para o crescimento da Associação”, comenta.

A nova diretoria que toma posse no dia 27 de abril é composta por 129 profissionais, ligados à indústria e à academia.

Trajetórias

Em 1982, o professor da UFSCar, Nelson Guedes de Alcântara, obteve seu título de Ph.D. pela Cranfield University, na Inglaterra. Posteriormente, realizou o MBA Executivo Internacional, na FIA / FEA / USP, pós-doutorado na Michigan State University, na área de Inovação Tecnológica e obteve o Certificado Executivo em Estratégia e Inovação no MIT (Massachusetts Institute of Technology) / Sloan School of Management, nos Estados Unidos. Sócio da ABM há 22 anos, exercia a função de vice-presidente na diretoria anterior.

Alfredo Huallem, eleito vice-presidente, depois de graduado em engenharia metalúrgica pela Universidade Federal Fluminense, fez cursos de engenharia econômica pela PUC-Rio e marketing estratégico pela Graduate School of Business, Stanford University – Califórnia – USA. No grupo Gerdau desde 1974, foi promovido a diretor e posteriormente tornou-se também membro do Comitê Executivo Gerdau, como responsável pelas Operações de Negócios de Aços Longos Brasil. Desde julho de 2009, foi designado para o cargo de vice-presidente Executivo Comercial, responsabilizando-se pela condução dos Processos Comerciais de todo o Grupo Gerdau. Alfredo foi diretor da ABM nos períodos de 2005-2007 e 2007-2009.

Hideyuki Hariki, que exercerá pelo sexto biênio consecutivo a função de diretor de Patrimônio, é graduado em engenharia de Produção, especializado em Marketing Industrial, pela USP, e cursou MBA em Gestão Competitiva pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Foi admitido na Usiminas em 1979 e assumiu sucessivamente cargos de analista, gerente, superintendente, assessor da diretoria e Plant Manager. Hideyuki foi também professor especialista e coordenador dos cursos de Administração e Engenharia da FASP – Faculdades Associadas de São Paulo, de 1985 a 2008.

Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a mineração:

Minério de ferro cai para menos de US$90/tonelada

A queda vem sendo constante há alguns meses. Agora, o minério de ferro, usado na produção de aço e principal commodity de exportação brasileiro, está cotado ...
Boom de recursos da Austrália chegou ao fim, diz ministro

Martin Ferguson, ministro de Recursos da Austrália, disse que o boom de commodities no país, uma das grandes forças por trás de seu crescimento econômico ...
Processo de lixiviação in-situ

Lixiviação in-situ é um processo utilizado em mineração para a recuperação de certos tipos de minerais, como ouro, urânio e cobre. A técnica requer que buracos ...
O que é cominuição

Cominuição é processamento de materiais para quebrar rochas e matéria-prima crua em partículas menores e pedaços. Isto é usado na mineração e na produção de uma ...
Produção da Vale aumenta 15% no segundo trimestre

A produção da mineradora Vale atingiu 80,542 milhões de toneladas neste segundo trimestre, batendo recorde com o melhor resultado para o período entre março e ...
Processo de Zachary

A turquesa, encontrada pela primeira vez nos depósitos antigos na Pérsia, foi extraída e utilizada por milhares de anos. A pedra azul luminescente é valorizada pela sua cor ...
Perigos das minas abandonadas

Minas e pedreiras abandonadas são locais extremamente perigosos. Todos os anos, apenas nos EUA, cerca de 20 a 30 pessoas morrem em acidentes que ocorrem nesses locais. Algumas dessas ...

Mineração
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Mineração


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google