O Grupo Compass, que possui a comercializadora de energia Compass e a Empresa de Inteligência em Gestão de Energia (EIG), especializada na gestão do portfólio de energia, registrou no primeiro trimestre de 2011 um excelente desempenho em relação ao ano anterior: R$ 42,5 milhões de faturamento em 2011 ante R$ 3,8 milhões em 2010. Comparando os dois trimestres, o volume de energia comercializado também foi recorde, passando de 36,4 MW médios para 673 MW médios.

Para os próximos meses, a empresa espera incrementar ainda mais esse resultado com a inauguração de dois escritórios, um na cidade de Ribeirão Preto (SP) e outro em Florianópolis (SC).

“Desde que iniciamos nossas atividades em 2009, investimos muito na formação de um time de especialistas com uma ampla visão do setor de energia, commodities, mercado financeiro e corporativo, além de um foco muito grande na gestão de riscos e antecipação de tendências, o que nos permitiu superar nossas expectativas”, destaca o CEO do Grupo Compass, Marcelo Parodi. Exemplo disso é a recente contratação do Especialista de Clima, Helber Barros Gomes, Doutorando em Meteorologia na Universidade de São Paulo. Gomes possui experiência na área de Geociências, ênfase em Modelagem Numérica, Assimilação de dados e Meteorologia Tropical, atuando principalmente com Modelos de Circulação Geral da Atmosfera (MCGA) e Regional (MM5, WRF, RegCM) e Ondas Tropicais.

Além do Especialista em Clima, dois novos superintendentes comerciais passam a fazer parte do time da Compass a partir desse mês, Alexandre Atihe e Alceu Candido, que atuarão respectivamente nos escritórios de Ribeirão Preto e Florianópolis. “Identificamos boas oportunidades nesses mercados e vamos oferecer serviços sob medida para cada perfil de cliente”, comenta o presidente da comercializadora de energia Compass, Paulo Mayon.

A EIG, que chegou ao mercado há pouco mais de seis meses, também comemora os primeiros resultados positivos. “Têm crescido muito o interesse de empresas com potencial para migrar para o mercado livre nos nossos serviços. Nesse período, já conquistamos 12 novos clientes de diversos setores da indústria”, conta o diretor-presidente da EIG, Sergio Carmo. “Se por um lado, a migração para o mercado livre traz muitos benefícios, por outro traz novas responsabilidades que precisam ser seguidas à risca para evitar penalidades financeiras”, acrescenta Carmo.

www.compassenergia.com.br

Autor(es): Assessoria de Imprensa

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia